Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Condutoras de Domingo

Elas em contramão, sempre a abrir, pelos acontecimentos da semana.

Elas em contramão, sempre a abrir, pelos acontecimentos da semana.

Condutoras de Domingo

02
Mar08

Prozac

condutoras de domingo
A quantidade de depressões profundas subiu em flecha esta semana. E porquê? Porque foi manchete em todos os jornais que o Prozac afinal faz tanto efeito como os placebos. Com a desvantagem de ser muito mais caro. Com isto, os fieis consumidores destes anti-depressivos viram os seus sintomas depressivos agravarem-se e muito! Os níveis de ansiedade e irritabilidade dispararam, sendo relatados casos de gente que atirou toda a sua farmácia doméstica pela janela, incluindo benurons e aspirinas que não tinham culpa nenhuma… O sentimento de tristeza persistente alastrou por todo o país, de norte a sul. Jovens, idosos, e malta de meia-idade entraram num ciclo vicioso de negação perante as capas de jornais e reportagens de telejornal. “Prozac não é eficaz!” é uma afirmação muito dura, mais insuportável que a morte daquele ente-querido, que o divórcio litigioso ou que o acidente que vitimou toda a família.

A verdade é que isto é uma autêntica não-notícia. É a mesma coisa que vir publicar que “transpirar não faz emagrecer” ou “engolir pastilhas elásticas não mata”. São coisas que todos nós sabemos, mas temos uma espécie de acordo tácito para não revelar. São os pequenos tabus do quotidiano. Por isso deixamos que aquela simpática senhora que corre na passadeira ao lado da nossa acredite mesmo que por estar de camisola de gola alta e cachecol vai emagrecer mais depressa. E deixamos que o nosso primo de cinco anos pense que engolir uma pastilha eslástica é meio caminho andado para as urgências. É uma espécie de pacto social: a verdade nua e crua pode ser demasiado cruel, não vale a pena cansar as pessoas. Por isso temos de condenar esta maldade que fizeram à malta depressiva. Se eles estavam contentes com a sua dose diária de Prozac, Seroxat e Efexor (todos misturados para dar mais efeito), para quê contrariar?

Isto sim, é um atentado à felicidade das pessoas. As que andam tristes e melancólicas e as que têm farmácias. É que o ano passado os portugueses gastaram mais de 150 milhões de euros em antidepressivos. E agora? De certeza que vão gastar o seu dinheiro para outro lado. Provavelmente em casinos, bares, discotecas… e no Toys R Us. Placebo por placebo, ao menos com estes a diversão é garantida.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

escreva-nos para

condutoras@programas.rdp.pt
Todos os domingos na Antena 3, entre as 11:00h e as 13:00h. Um programa de Raquel Bulha e Maria João Cruz, com Inês Fonseca Santos, Carla Lima e Joana Marques.

as condutoras

Condutoras de Domingo é um programa da Antena 3. Um percurso semanal (e satírico) pelos principais assuntos da actualidade e pelo país contemporâneo.

podcast

Ouça os programas aqui

Arquivo

  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2007
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D