Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Condutoras de Domingo

Elas em contramão, sempre a abrir, pelos acontecimentos da semana.

Elas em contramão, sempre a abrir, pelos acontecimentos da semana.

Condutoras de Domingo

07
Out07

Tão Mau Que é Bom - Casamento de Sonho

condutoras de domingo

Fala-se muito em entretenimento de massas mas só esta semana estreou um verdadeiro programa massificado. Ao pé disto, o Big Brother era concurso para meia dúzia de indivíduos. “Cantando e Dançando por um Casamento de Sonho” é o primeiro produto televisivo para multidões. Esqueceu-se de vez a qualidade e apostou-se na quantidade. Já não era sem tempo! A começar pelo título: 8 palavras. É o único que não cabe em nenhuma grelha de programação. Só cabe mesmo na cabeça de Moniz, que o acha dotado de “grande beleza estética”. A mim parece-me tão harmonioso como um… cozido à portuguesa. Mas com mais ingredientes ainda. É fácil e rápido: mistura-se um bocadinho de “Dança Comigo” com “Quinta das Celebridades”, acrescenta-se “Canta Por Mim” QB, bate-se muito bem (de preferência com a cabeça, numa parede) e derrama-se “Primeira Companhia” por cima. Não vale a pena mexer até ficar uma massa homogénea porque isso nunca vai acontecer. Basta dizer que o molho inclui Olavo Bilac e Carla Andrino. Não pode deixar de ser indigesto. Escusado será dizer que todos os produtos usados na confecção são de marca branca, estando alguns até já fora de prazo. Não, D. Rosa Lobato Faria, não me referia a si. Nunca! Ainda no campo das metáforas culinárias, o director da estação diz que “os programas são como os ovos, só depois de abertos sabemos se estão bons”. Uma dica: não é preciso ser-se o chefe Silva para ver que estamos perante uma receita gourmet de … salmonelas.
Existem mais intervenientes neste programa do que nas Noivas de Santo António: catorze casais, catorze padrinhos, quatro jurados, três sogras e … uma Júlia Pinheiro, que faz as vezes de um coro paroquial inteiro, mas é o que, neste panorama, mais se aproxima de um padre. Um padre pouco convencional, há que dizê-lo. Vamos ouvir uma das suas homilias:



Temos de reconhecer que os acólitos também não ajudam grande coisa nesta paróquia. A rapariga não tem bem a certeza de ter uma banda, como há-de saber se quer casar? Quanto ao padrinho, ficou-se pelo Génesis, nunca passou daquela parte de amar o próximo. Já de Júlia, não é preciso dizer nada. É normal que alguém que passou os últimos anos em clausura a falar com um burro chamado Pavarotti e uma meia chamada Sr. Pires sofra danos irreversíveis. Ao ponto de resumir a estreia do programa desta forma: “houve muito amor, muita lágrima, muita beijoca e muita ranhoca”. Palavra do Senhor.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

escreva-nos para

condutoras@programas.rdp.pt
Todos os domingos na Antena 3, entre as 11:00h e as 13:00h. Um programa de Raquel Bulha e Maria João Cruz, com Inês Fonseca Santos, Carla Lima e Joana Marques.

as condutoras

Condutoras de Domingo é um programa da Antena 3. Um percurso semanal (e satírico) pelos principais assuntos da actualidade e pelo país contemporâneo.

podcast

Ouça os programas aqui

Arquivo

  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2007
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D