Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Condutoras de Domingo

Elas em contramão, sempre a abrir, pelos acontecimentos da semana.

Elas em contramão, sempre a abrir, pelos acontecimentos da semana.

Condutoras de Domingo

21
Dez07

Iluminações de Natal

condutoras de domingo
Há uma bonita cantiga do Trio Odemira que reza: “a igreja estava toda iluminada”. Durante os últimos natais, sempre que passávamos na lisboeta Avenida da Liberdade dava-nos igualmente vontade de cantarolar que também ela estava toda iluminada. No ano passado chegou-se mesmo ao exagero. Entre a árvore recordista visível do espaço (não devido à sua luz mas sim por causa da filas de trânsito que causava) e luminosidades várias, Lisboa estava toda ela um monumento de homenagem à EDP. Mas isto foi em 2006, quando o motoqueiro Carmona Rodrigues estava à frente das contas malucas da Câmara de Lisboa. Chegados ao Natal de 2007, encontramos um António Costa a fazer empréstimos milionários e a poupar mais que um porquinho mealheiro. E sem problemas em deixar a cidade quase às escuras, no que a iluminações diz respeito. A árvore gigantone imigrou para o Porto, deixando os fãs lisboetas dos recordes do Guiness sem motivos para viver. E as ruas ficaram mais minimalistas e iguais umas às outras do que as casas dos solteiros pós-Ikea.
Durante semanas, parecia mesmo que a Avenida da Liberdade ia ficar desprovida de toda e qualquer luzita, até que chegou o Salvador. Não, não estamos a falar do próprio aniversariante Jesus. Nem estamos a falar de um beto da linha com nome da moda. Estamos a falar de um banco que veio salvar as luzes da Avenida. Ou, pelo menos, assim julgávamos. O banco espanhol em questão resolveu patrocinar as iluminações, escarrapachando sem pudor o seu logótipo por tudo quanto é canto. Pais Natal, bolinhas e sininhos? O que é isso quando comparado com o poder festivo de um Plano Poupança Reforma ou mesmo de uma Euribor?
Talvez seja nos patrocínios que está o futuro das iluminações de Natal. Pais Natal trepadores em néon envergando equipamento de desporto da Nike ou distribuidores de jornais gratuitos vestidos de rena com pensos Evax colados nos cornichos. A partir do momento em que nos lembramos que o velhinho das barbas que conhecemos hoje é uma invenção da Coca-Cola, vale tudo. Até um presépio feito só com as promoções do LIDL.
Para este ano, é que já não há grande coisa a fazer. As iluminações de Natal estão tal e qual o campeonato de futebol: O Porto vai tão à frente, tão à frente que nem vale a pena a malta do sul ter ilusões.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

escreva-nos para

condutoras@programas.rdp.pt
Todos os domingos na Antena 3, entre as 11:00h e as 13:00h. Um programa de Raquel Bulha e Maria João Cruz, com Inês Fonseca Santos, Carla Lima e Joana Marques.

as condutoras

Condutoras de Domingo é um programa da Antena 3. Um percurso semanal (e satírico) pelos principais assuntos da actualidade e pelo país contemporâneo.

podcast

Ouça os programas aqui

Arquivo

  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2007
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D