Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Condutoras de Domingo

Elas em contramão, sempre a abrir, pelos acontecimentos da semana.

Elas em contramão, sempre a abrir, pelos acontecimentos da semana.

Condutoras de Domingo

23
Dez07

SMS de Natal

condutoras de domingo
Os saudosistas dirão que têm saudades do tempo em que se escreviam postais por alturas do Natal. Mas a verdade é que muitas vezes os saudosistas têm a memória curta e esquecem-se que nunca ninguém teve lá muita pachorra para escrever postalinhos à mão em catadupa, lamber selos e rumar aos correios e ficar na fila duas horas a ouvir as musiquinhas de Natal que eles para lá têm nas estações. E, além disso, nunca ninguém achava que era essencial enviar votos de boas festas a todas as pessoas que conheceram na vida. Mas isso mudou com o advento dos SMS. Agora, Natal é sinónimo de mandar uma mensagem natalícia ao pai, à prima, ao veterinário do gato, ao colega da primária que comia plasticina e à amante do marido. Mandamos SMS para contactos no telemóvel que nem sequer temos a certeza de a quem pertencem. Não interessa se os odiamos ou ignoramos durante 364 dias do ano: chegado o dia 24, todos merecem que gastemos alguns cêntimos e todos merecem que se contribua para o entupimento geral de todo o sistema de telecomunicações de um país.
E, quando chega, então, a hora de escrever a mensagem já mais tradicional do que a filhós ou do que o “Sozinho Em Casa” a dar na TVI, a dúvida e a angústia tomam conta de nós: afinal, o que é que eu escrevo? Sempre vários passos à frente dos outros media nacionais, o “24 Horas” apressa-se a resolver este grave problema e propõe diferentes mensagens para diferentes impactos. Algumas das sugestões são (e atenção que estamos a citar!):
- A Kiducha: “Telefonei ontem ao Pai Natal e ele disse-me que tem uma prenda muito especial para ti… um beijo meu. Feliz Natal” (eles chamam-lhe quiduxa, nós chamamos-lhe egocêntrica e semítica. Beijinhos? Então e uns bonbons, pelo menos? Ainda por cima se liga ao Pai Natal é porque tem relações privilegiadas com o velho das prendas)
- A Ordinarota: “Boas festas… pelo teu corpo todo” (bom, esta merece o selo: a gritar em andaimes desde 1919, como o Azeite Galo. Esta está mais batida do que o carro de um idoso em contra-mão)
- A Curta e Grossa: “Feliz Natal! Bom Ano Novo!” (ena, ainda bem que o 24 Horas nos alertou para este comovente texto! Não fosse a malta desatar a mandar “Feliz Bar Mitzvah” ou “Um Bom Dia da Espiga” uns aos outros)
- A Intelectualóide: “Desejo que este Natal seja como a Matemática: amigos a somar, inimigos a subtrair, alegrias a multiplicar e tristezas a dividir” (não aconselhamos esta. A maioria dos portugueses só consegue fazer contas quando tem de perceber se o seu clube ainda pode ganhar a liga.)
- A Insultuosa: “Este Natal preciso que peças três dias de folga ao teu patrão. Vou fazer de presépio e falta-me um burro” (para começar, pensamos que já chega de falar de Scolari e de burros. E de seguida, algo nos diz que burro é quem gasta não sei quantos euros a ofender familiares e desconhecidos que ainda vão bem a tempo de atirarem os embrulhos que nos estavam destinados directamente para a lareira).
A lista do 24 Horas continuava, mas pensamos que já compreenderam a ideia. O conselho das Condutoras é bem mais simples: não mandem SMS nenhum. Aí sim, vão primar pela originalidade entre os vossos amigos. Neste dia os dedos são para estar cheios de açúcar e canela e não cheios de germes. Sim, porque cientistas já provaram que os telemóveis têm mais porcaria do que o tampo de uma sanita. Acham mesmo que aqueles tipos que conheceram na fila do Pavilhão da Suécia na Expo98 merecem que se apanhe lombrigas só para lhes desejar um Feliz Natal?

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

escreva-nos para

condutoras@programas.rdp.pt
Todos os domingos na Antena 3, entre as 11:00h e as 13:00h. Um programa de Raquel Bulha e Maria João Cruz, com Inês Fonseca Santos, Carla Lima e Joana Marques.

as condutoras

Condutoras de Domingo é um programa da Antena 3. Um percurso semanal (e satírico) pelos principais assuntos da actualidade e pelo país contemporâneo.

podcast

Ouça os programas aqui

Arquivo

  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2007
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D