Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Condutoras de Domingo

Elas em contramão, sempre a abrir, pelos acontecimentos da semana.

Elas em contramão, sempre a abrir, pelos acontecimentos da semana.

Condutoras de Domingo

16
Dez07

Condução Defensiva - D. Duarte vs. Saramago

condutoras de domingo

«É um senhor senil!» Ouviram bem a frase? Agora imaginem-na soprada por debaixo do bigode de D. Duarte para as orelhas em fogo de Saramago. É verdade: D. Duarte chamou senil ao escritor que aqui há uns anos foi censurado por cá e mudou-se mais para Este... Tudo bem: Saramago quer ser espanhol. Só não percebo por que razão insiste na ideia de o país ir viver com ele para Espanha. Será que ainda não percebeu que o país é má companhia?! Parece que não. Pelo menos, em Julho, continuava a afirmar que «Portugal acabará por ser uma província espanhola.» E, contra esta blasfémia, em defesa da Pátria, das profundezas de uma mui nobre penumbra “bigodística”, ergueu-se a voz de El-Pretenso-Rei D. Duarte Pio: «É um senhor senil que recebeu um prémio literário que não devia». Ora toma, Saramago! A partir de agora, nos dicionários de Literatura, vai aparecer na entrada Saramago: «senil que ganhou o Nobel». D. Duarte dixit! Ainda por cima, atempadamente: apenas 9 anos depois de o escritor ter recebido o Nobel. Em 98, ainda conseguiu referir que, apesar de Saramago insultar os sentimentos cristãos, o Nobel era uma honra para a literatura portuguesa. Dê lá por onde der, a Pátria é o importante para D. Duarte, o Justiceiro. Mas o que interessa agora é que o mais recente insulto do “Sr. Pio” chegou somente 5 meses atrasado. Compreende-se: D. Duarte é um visionário e, como tal, leva o seu tempo a reagir. Passa a vida a falar sobre o futuro com os seus reais botões do passado. E vê, como causa de todos os males, a República e os republicanos. Aliás, a República está em piores lençóis que Saramago; calhou-lhe a culpa pelo atraso do país. Diz o “não-rei”: «Em 1910, está­vamos a meio da tabela; hoje, em último». Pois, claro, se os pais do Saramago nunca se tivessem encontrado, já não havia portugueses senis. Só me surpreende que, com a sua perspicácia, D. Duarte tenha desperdiçado um dos assuntos de que se tem servido para insultar Saramago - as trasladações para o Panteão, único assunto, aliás, que consegue usar antecipadamente. Há uns 3 meses, quando calhou a vez a Aquilino, Duarte Nuno afirmou que esperava que semelhante honra nunca calhasse a Saramago. Ou seja, Aquilino, escritor-terrorista para os monárquicos, não interessa nada. Diz o “não-rei” que a sua trasladação apenas pode «encorajar futuros actos de terrorismo». Agora, Saramago no Panteão, não! Porquê? Será que o Sr. Pio acha que a trasladação de Saramago iria encorajar futuros actos de senilidade? Mas não nos precipitemos! Lá por viver em Espanha, ter 85 anos e uma pneumonia, Saramago está vivo, ó camarada monárquico!


 


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

escreva-nos para

condutoras@programas.rdp.pt
Todos os domingos na Antena 3, entre as 11:00h e as 13:00h. Um programa de Raquel Bulha e Maria João Cruz, com Inês Fonseca Santos, Carla Lima e Joana Marques.

as condutoras

Condutoras de Domingo é um programa da Antena 3. Um percurso semanal (e satírico) pelos principais assuntos da actualidade e pelo país contemporâneo.

podcast

Ouça os programas aqui

Arquivo

  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2007
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D