Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Condutoras de Domingo

Elas em contramão, sempre a abrir, pelos acontecimentos da semana.

Elas em contramão, sempre a abrir, pelos acontecimentos da semana.

Condutoras de Domingo

09
Dez07

Noites Perigosas

condutoras de domingo
Ao longo dos últimos anos foram lançadas algumas campanhas acerca do perigo de se conduzir quando se sai à noite. O foco tem sido sempre o da embriaguez, mas quer parecer-nos que há um novo perigo que une farra e automóveis: se tem uma vida social nocturna muito activa, há a hipótese de lhe porem uns explosivositos no popó. Coisa pouca. Fala-se mesmo de uma Máfia da Noite, sem a New Jersey dos Sopranos mas com Ladies Night e duas bebidas brancas grátis. Dizem os jornais que a PJ está já a par de uma lista de seis pessoas marcadas para morrer, entre a noite de Lisboa e a noite do Porto. No fundo, é uma lista de convocados, como as que faz o Scolari. O seleccionador gaúcho parte para a violência para proteger o menino cigano, os donos das casas nocturnas limitam-se a fazer o mesmo para proteger as meninas do Leste que se abanam tristemente ao som de Christina Aguilera para ganhar a vida. A polícia fala mesmo de uma guerra pela tomada do poder no mundo da diversão nocturna, centralizada na luta entre dois gangs que andam a executar sumariamente quem lhes pisa os calos. É, decididamente, um perigo sair à noite. Não bastavam as vodkas marteladas, os pintas de camisa aberta no engate ou os indianos a vender tiaras luminosas… agora também temos os gangs a matarem pessoas, o que é uma falta de respeito para com quem sai à noite. É que quando se vai para a night escolhe-se a melhor roupita, e depois vem um malandro com uma arma ou um barra de dinamite, mata outro e enche-nos a fatiota de sangue. E, tal como se vê na maioria dos anúncios a detergentes, as nódoas de sangue são lixadas de tirar.
Na zona da capital, a polícia tem já três gangs ligados à vida nocturna debaixo de olho. Andam por aí a dominar espaços de diversão e a partir umas rótulazinhas a quem os chateia, mas não foi isso o que mais chamou a atenção das Condutoras. O que nos fez ficar alerta foram os nomes dados aos gangs. Porque se à coisa que os portugueses fazem bem é inventar nomes malucos, desde “Snack Bar O Escondidinho das Mercês” até ao “Infantário O Anão Tareco”.
Ora, os gangs dão pelos nomes de “O Gangue do Pepe” (não muito original mas orelhudo e com um toque latino), o “Vale Tudo” (calculamos que se refira às lutas e não à novela brasileira dos anos 90) e – o nosso favorito! – o “Aperta o Papo” (que soa quase fofinho… até que percebemos a violência de alguém ter o papo apertado até ficar roxo). Ficamos à espera de gangs que recuperem nomes clássicos como “Sonho de Nós Dois” ou “Frango Sinatra – Frangos Para Fora”.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

escreva-nos para

condutoras@programas.rdp.pt
Todos os domingos na Antena 3, entre as 11:00h e as 13:00h. Um programa de Raquel Bulha e Maria João Cruz, com Inês Fonseca Santos, Carla Lima e Joana Marques.

as condutoras

Condutoras de Domingo é um programa da Antena 3. Um percurso semanal (e satírico) pelos principais assuntos da actualidade e pelo país contemporâneo.

podcast

Ouça os programas aqui

Arquivo

  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2007
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D