Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Condutoras de Domingo

Elas em contramão, sempre a abrir, pelos acontecimentos da semana.

Elas em contramão, sempre a abrir, pelos acontecimentos da semana.

Condutoras de Domingo

18
Nov07

Sinais de Luzes - 18 Novembro

condutoras de domingo
Máximos
Para a ordem dos médicos que, depois de tanta coisa, veio dizer que não vai alterar o artigo 47º do código deontológico, que considera a prática de aborto uma falha grave. Estes senhores andam a brincar connosco! Quer dizer, houve quase 1 dezena de portugueses que saíram de casa para votar, perdendo um belo dia de praia. E houve outros que se esforçaram ainda mais! Tanto tempo de vida desperdiçou Bagão Félix, a preparar o discurso em que disse que o feto tinha capacidade de receber um testamento! Tantos minutos de sono perdeu Marcelo Rebelo de Sousa, a contar as visualizações do seu vídeo no YouTube… Isto já para não falar na malta do SOS Vida! As pessoas não calculam o trabalho que deu fazer aqueles folhetos com fetos deformados. Foram horas e horas de photoshop. Mais uma data de criativos empenhados para escrever coisas como: “nos hospitais de Taiwan até se compram bebés mortos a 50 dólares para churrasco!”. Olha… na volta foi isso! Uma empregada qualquer da SOS Vida, nas arrumações de Outono, deu com os panfletos e vai de distribui-los nos hospitais. Quando os médicos perceberam como ficavam feios os pequenos fetos pensaram “ah, se é assim então não queremos!” Quem fez bem foi o Alberto João Jardim, que disse logo que não há abortos na Madeira e pronto. Ele é a excepção que confirma a regra.


Médios
Para José Rodrigues dos Santos, uma vez mais! Diz a imprensa que “Zé já sabe que vai ser despedido”. Zé? Não sabemos a que se deve este tratamento, provavelmente ao desrespeito habitual que as pessoas têm pelos miseráveis. Parece que já o estamos a ver, distribuindo jornais gratuitos num semáforo qualquer. E a tentar fazer aquele truque de piscar o olho depois do “até amanhã”, enquanto as pessoas lhe fecham o vidro na cara. Vai ser triste. Claro que vai ser um honroso distribuidor do “Meia Hora”, visto que o seu maior problema é o tempo. Achavam que ia ser despedido por ter acusado a administração da RTP de interferências ilegítimas? Claro que não, o que importa isso? São opiniões! E todos sabemos que nunca ninguém liga ao que dizem os “orelhas de abano” da turma. O que importa aqui é que Rodrigues dos Santos não descontava as horas de almoço. É verdade. O senhor que chegou pontualmente às oito a nossa casa, durante tanto tempo, afinal não cumpria horários! Dizem os colegas que é hábito não passar o cartão à hora de almoço ou quando se “sai para comprar pastilhas no exterior”. Tendo em conta o cadastro de Rodrigues dos Santos, concluímos que ele é o cliente nº 1 da Tridente Portugal. Diz-se até que o controlo de entradas na portaria da RTP poderá servir de prova em tribunal. As condutoras podem assegurar, com conhecimento de causa, que isso não vai dar bom resultado. O mais certo é virmos a descobrir que José Rodrigues dos Santos esteve registado todos estes anos como Cármen Amorim, e tinha no seu cartão a fotografia de Vera Roquete.

Mínimos
Para Maria das Dores. A única socialite portuguesa a conseguir fazer o que todas sonham: matar o marido e herdar o dinheiro. Pelo meio teve o pequeno percalço de ser presa, mas isso pode acontecer a qualquer uma! Sobretudo se prometer 150 mil aos criminosos e depois lhes der só 3 mil. E se, para disfarçar a coisa, oferecer um relógio de luxo ao motorista. Uma coisa assim discreta. O que ainda ninguém reparou é que Maria das Dores está a ser acusada pelo crime errado! Ela não é culpada da morte do marido, mas sim responsável máxima do nascimento do filho, essa espécie de atentado contra a Humanidade chamado David Motta. O que no dia do funeral do padrasto foi com a ela pôr botox. O que bateu à porta de Castelo Branco morto de fome, tendo passado um fim-de-semana a comer leite condensado. O que foi expulso do programa Contacto e desceu assim ao ponto mais baixo da escala humana: o “abaixo de Cláudio Ramos”. O mesmo David Motta que assina o escarrador – isto não soa muito bem, mas é mesmo o nome do seu blog. E para verem como os textos são interessantes, consideramos que a parte mais gira é… a dos links. É que por entre sites de jóias e da Aston Martin, encontramos o link para a Direcção Geral dos Serviços Prisionais. No fundo, é como ter uma fotografia da mãe na cabeceira.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

escreva-nos para

condutoras@programas.rdp.pt
Todos os domingos na Antena 3, entre as 11:00h e as 13:00h. Um programa de Raquel Bulha e Maria João Cruz, com Inês Fonseca Santos, Carla Lima e Joana Marques.

as condutoras

Condutoras de Domingo é um programa da Antena 3. Um percurso semanal (e satírico) pelos principais assuntos da actualidade e pelo país contemporâneo.

podcast

Ouça os programas aqui

Arquivo

  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2007
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D