Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Condutoras de Domingo

Elas em contramão, sempre a abrir, pelos acontecimentos da semana.

Elas em contramão, sempre a abrir, pelos acontecimentos da semana.

Condutoras de Domingo

13
Jan08

Destravados - Sarkozy & Carla Bruni

condutoras de domingo
Propomos agora ao nosso simpático auditório um pequeno exercício. Imaginem a nossa digníssima Primeira Dama, Maria Cavaco Silva. Mas não a imaginem com a mise e o tailleur bege da praxe. Experimentem antes visualizá-la em biquini. Com um olhar sexy, os cabelos em cascata sobre os ombros desnudos, os lábios em beicinho. Assustados? Perturbados pelo facto desses não serem estes os preparos nos quais uma mulher de Presidente da República se deve apresentar? Então agora tenham o mesmo rasgo de imaginação mas com Carla Bruni, a ex-modelo francesa. Mais agradados? Pois, cada país tem a Primeira Dama que merece e parece que os franceses merecem mais miminhos do que nós. A bela Carla é a namorada oficial de Nicolas Sarkozy. É certo que ele tem de a aturar a dedilhar uma guitarra acústica enquanto canta aquelas músicas sobre pulibans e croissants – ou lá sobre o que é que ela canta, a letra em francês não se percebe lá muito bem. Mas, em comparação, o nosso Presidente Aníbal tem de gramar com a sua esposa a coleccionar presépios e a dar-lhe cotoveladas para mastigar de boca fechada quando há câmaras de filmar por perto.

Bruni foi namorada de figuras públicas como Mick Jagger, Eric Capton, Kevin Costner e até Donald Trump. Repetimos: Donald Trump. Sim, o magnata com o pior capachinho da História, uma espécie de José Cid ruivo. Ou seja, é uma mulher que não olha para a beleza física dos seus companheiros. Com ela a seu lado, Sarkozy não terá mais de mandar fotoshopar as suas fotografias em tronco nu para esconder banhinhas.
 Esta semana, numa conferência de imprensa para 600 jornalistas que não se podiam estar mais a marimbar para assuntos de política, o presidente francês falou abertamente da hipótese de um casamento estar para breve – isto apesar do casal só namorar há três meses. Mas há que ver que eles estão apaixonados como dois adolescentes, e para os adolescentes três meses é uma eternidade.
13
Jan08

De Encontro ao Pára-Brisas - Odete

condutoras de domingo
As Condutoras de Domingo estão sempre atentas a tudo o que se passa na estrada. E esta semana fomos testemunhas de um terrível acidente, ali ao pé das portagens da ponte 25 de Abril. O carro cinzento de Odete Santos descaiu e tocou no automóvel dum operador de câmara, de nome Nuno Santana. No fundo, isto foi apenas mais um incidente na senda da rivalidade que opõe Odete a toda a família Santana. À primeira vista, parece ter sido um toque, nada de mais. Mas à segunda, e visto através do olho clínico do 24 Horas, é bem mais grave! Diz o jornal que o cameraman sentiu o carro ser abalroado! Ainda apitou, gritou, gesticulou (coisas invulgares nas nossas estradas) mas tudo em vão… Odete seguiu em frente, indiferente aos estragos que causara. Um risco com… 3 milímetros, sensivelmente. O que se viveu depois foi uma autêntica perseguição à americana. Mas sem polícia nem sirenes. Apenas um Hyundai e um pequeno C2. Ricardo Azevedo quando deixar a imobiliária poderá fazer um novo single chamado pequeno C2. Fica a sugestão! Continuando… Nuno Santana perseguiu Odete, travando-lhe a passagem. Ela nega qualquer acidente. Disse mesmo que “esse senhor não bate bem da bola” e acrescentou: “o meu carro nem deu sinal de ter batido!”. 1ª conclusão, ainda antes de atribuir culpas a alguém: Odete Santos anda a bordo do Kit, que fala com ela e dá sinal quando bate em obstáculos. Odete sente-se alvo de calúnias, dizendo que o homem lhe chamou “mentirosa, aldrabona, doida” e disse-lhe que “estava medicada e sem condições para conduzir”.

Ora, aqui para nós, só mesmo medicada é que a ex-deputada está capaz de conduzir. Ao que parece, o que irrita Nuno Santana é o facto dela não admitir que bateu. Nas suas palavras: “o que não aceito é a falta de humildade de uma pessoa com as responsabilidades que ela já teve”. Tem razão, sim! Afinal de contas, uma pessoa que já protagonizou a revista “Arre Potter que é demais”, tem um estatuto a manter. Tem que dar o exemplo. Sobretudo nas estradas. Senão habilita-se a ir para a nossa secção de Destravados e ser a Lindsay Lohan portuguesa. Com tudo o que de desprestigiante e vergonhoso isso implica para a nação. É que cada país tem o que merece. Enquanto “lá fora” os operadores de câmara se habilitam a ser namorados duma Jennifer Aniston, os nossos ocupam-se a perseguir ex-deputadas comunistas na A2 Sul. Conclusão final: quem é o culpado? Não faço ideia. A única coisa que tenho como certa é que têm ambos demasiado tempo livre. Que tal unirem esforços e fazerem um programa de televisão? Ela dá a cara, ele filma. Pode até ser sobre segurança rodoviária. Mas o título “Condutoras de Domingo” já está tomado, lamentamos.
13
Jan08

Segway

condutoras de domingo
Volta e meia, as forças da autoridade nacionais queixam-se dos parcos meios que têm. Que os viaturas automóveis são dignas de sucata, que as armas são muito inferiores às dos criminosos, que os donuts da Panrico não fazem justiça àqueles coloridos que os polícias americanos comem nos filmes… Enfim. Perante tanta lamuria, finalmente alguém resolveu tentar melhorar as condições de trabalho das forças policiais.
Esse “alguém” foi a Câmara Municipal de Lisboa, que achou que a melhor maneira de calar os agentes era dar-lhes o que de mais moderno e fashion existe no que a meios de transporte diz respeito: um segway.

 

Para quem não sabe, um segway é algo que está a meio caminho entre um monociclo de um aluno do Chapitô e um triciclo eléctrico do Toys Are Us. Podem agora perguntar: então mas isso é prático para andar a policiar as ruas? É um meio de locomoção que dá dignidade à autoridade? A resposta é um rotundo NÃO, mas nada disso interessa.
Até o Justin Timberlake tem um segway, bolas! Neste momento, o agente Costa e o ex-Nsync estão no mesmo exacto patamar de coolness. Apesar da bigodaça com restos de rissol do Costa. Imaginemos, pois, um polícia montado num segway a perseguir um larápio.
O gatuno corre pelas calçadas íngremes de Lisboa, metendo-se em becos… e enquanto isso o polícia nheeeeeeeeeeeeeee – vai atrás dele no seu segway eléctrico, sem ter de suar. Recapitulemos: ladrão – corre; polícia – nheeeeeeeeeeeee… Claro que as sete colinas de Lisboa não conseguem ser galgadas, claro que a calçada portuguesa não se coaduna com tanta modernidade, claro que os criminosos conseguem fugir com a maior descontracção e ainda parar para ganhar fôlego e tentar vender ganza falsa a uns turistas.
Mas chegar ao século XXI tem um preço, meus amigos. E se esse preço é deixar que assaltem a Berska da Rua Augusta, então que seja. Os ladrões que façam bom proveito com as pilhas de roupa cor-de-laranja que vão poder gamar nas calmas.


10
Jan08

13 de Janeiro

condutoras de domingo

Este fim-de-semana as Condutoras de Domingo levam à pendura Pedro Cardoso, actor brasileiro, que está de volta a Portugal com o monólogo "O Autofalante". Este vai estar em cena de 17 de Janeiro a 10 de Fevereiro, no Teatro Mundial. Vamos falar disso e muito mais, este domingo, na Antena 3.

06
Jan08

Sinais de Luzes - Especial "Projectos Para o Futuro"

condutoras de domingo
Normalmente, quando fazemos sinais de luzes aos outros condutores… essa acção vem acompanhada duma valente ofensa moral, um palavrão ou, na melhor das hipóteses uma saudação a um amigo que se cruza connosco. Mas hoje, enquanto alternamos entre mínimos e máximos, aquilo que se pode ouvir não é nada disto. É a célebre pergunta dos projectos para o futuro. Aquela pergunta que todos os repórteres fazem quando não têm nada para perguntar, e à qual todos os entrevistados respondem alegremente, por não terem nada para dizer. Isso mesmo. Pela primeira vez em 2008, vamos apontar os faróis à malta que já vai lançada lá à frente. E vamos perguntar-lhes apenas isto: “então e… projectos para o futuro?”.

Máximos
Para Maddie. O ano passado ela foi uma brilhante impulsionadora da música pop – com o hit “Dont you forget about me” dos Simple Minds a voltar a ser ouvido nalgum sítio que não o elevador. E foi também uma alavanca essencial para o turismo português e o Ocean Club, que teve finalmente dinheiro para comprar umas cortinas mais bonitas para aqueles quartos desenxabidos. Mas, se 2007 foi o ano da revelação (incluindo os serviços de mediums como o Cabeleireiro Paranormal), 2008 será o ano da afirmação de Maddie. E como? Para variar um bocadinho a trama, que começa a parecer uma novela da TVI, ela vai aparecer. Quem sabe não virá com umas belas sessões de solário em cima, e um turbante na cabeça, estilo Rogério Samora? Pode dar-se o caso de vir também muito magrinha e revoltada com a vida, num género mais Alexandra Lencastre. É que esta coisa do “onde está a Maddie?” já se arrasta há mais tempo que “quem é o tubarão” ou “quem matou António?”. Começa a cansar. E como não temos um guionista do calibre de Rui Vilhena para pôr ordem nesta história, vamos ter mesmo de ser nós. Robert Murat deverá separar-se da sua namorada, por descobrir que ela não é culpada do rapto mas… é sua irmã. Kate McCann será internada numa clínica psiquiátrica, não pelo trauma de ter perdido uma filha, mas pelo facto de ter perdido 2 kg, coisa que a afasta cada vez mais dos parâmetros de mãe gorducha e normal, de quem todos gostam. Gerry virá para Portugal, para consumar uma paixão de longa data com… Ana Vasconcelos. A pedopsiquiatra que acompanhou o caso na SIC e fez afirmações tão fascinantes como “os pais fizeram mal por terem saído de casa sem trancar os filhos”. Moita Flores e Hernâni Carvalho travarão uma luta titânica pela conquista do poder: um duelo de autógrafos num hipermercado ditará o vencedor. Só um poderá ser responsável pelo Certame de Chouriço Ibérico 2008. Os detectives dos McCann vão transferir todo o dinheiro para um offshore na Suiça e os gémeos, fartos de viverem na sombra da irmã, irão com eles. Depois, instalados em Berna, vão exigir um resgate aos pais. Através dum vídeo os veremos passear à beira rio, não com um ursinho pela mão mas com um Noddy de PVC. Assim, a novela Maddie vai deixar finalmente o horário nobre, depois de o ter ocupado por mais tempo que o Anjo Selvagem. E com uma vantagem: Maddie, ao contrário de Paula Neves, não será convidada para mais nenhum elenco.


Médios
Para a ASAE. Depois do ano passado ter dado mostras de hiperactividade, em 2008 passará para a esquizofrenia. A ASAE sofre do gravíssimo problema de ser o único órgão de fiscalização que realmente funciona em Portugal. Padece, por isso, do sindroma do filho único, que tem de ser sempre o melhor. Assim, uma das resoluções de ano novo é expandir o negócio para outros tipos de restauração. Depois da razia aos restaurantes chineses, e até aos nacionais, como o Barbas, a ASAE vai debruçar-se sobre a cozinha japonesa. Vai proibir todo o tipo de peixe cru, ainda que disfarçado com algas. Vai ter em atenção a gastronomia mexicana, proibindo os Tacos e Burritos por terem uma conotação agressiva. Nem os brasileiros estarão a salvo! Vão ver confiscados petiscos como maminha e suco de mamão por serem atentatórios à moral e bons costumes. Isto dá ares de Estado Novo, mas no fundo os agentes da ASAE não são mais que pequenos Salazares, que pretendem fazer “tudo pela Nação, nada contra a Nação”. Mesmo que isso implique que as castanhas assadas sejam consumidas, praticamente, em fossas assépticas. É um sacrifício em nome da saúde dos portugueses. E a ASAE está disposta a mais, nas próximas festividades. Hoje, por exemplo. O bolo-rei, que já está proibido de ter brinde, vai também ser proibido de ter fava. Porquê? Porque diz o código deontológico da ASAE que as leguminosas e o universo dos doces nunca poderão cruzar-se, a não ser na honrosa excepção do pastel de feijão. Assim, se um agente da ASAE interromper o seu dia de reis para examinar o bolo, não ofereça resistência. E esconda todos os presentes que recebeu no Natal. É que à mínima suspeita de DVD contrafeito ou meias de lã que não obedeçam às medidas regulamentares… eles arrolam todos os bens. E em bens incluímos até as avós, paterna e materna, e o tapete da entrada. No 1º trimestre do ano, a ASAE vai dar descanso às cantinas de escolas e hospitais e dedicar-se aos tribunais. Consta que andam a confeccionar pratos muito pesados por lá, que provocam um grau de sonolência acima da média. Se, por um lado, o rancho e o cozido têm os dias contados, por outro, a justiça portuguesa tem sérias hipóteses de se tornar rápida. Mas isto, só quando a ASAE chegar aos notários e cartórios. Nós sabemos que lá não têm refeitório. Mas é mesmo esse o problema! A malta passa a hora do expediente a comer snacks e merendas. Haviam de ver aqueles teclados! A quantidade de migalhas e gordura acumulada é superior à das fritadeiras do McDonalds. E o bolor nos dossiers então, nem imaginam!

 

Mínimos
Para a liga portuguesa de futebol. É que com vencedor anunciado desde o Natal, vão ser precisas muitas manobras de diversão. O Porto está desmotivado e triste, como os alunos sobredotados que as professoras acusam de mau comportamento. Precisa de “meninos para brincar”, urgentemente. Porque ninguém quer ver o Quaresma amuado pois não?! A família dele é bem capaz de interromper a venda para fazer uma visitinha ao Dragão. E depois, salve-se quem puder: não há Scolari que chegue para dar tapas naquela gente toda. Das duas uma: ou mandam vir umas equipas espanholas que não façam lá falta, ou promovem desde já o Fátima à 1ª Divisão. É que o bebé proveta, Carlos Saleiro, é o único que faz frente aos campeões. Já o bebé do Sporting, Miguel Veloso, teve uma saída precoce da incubadora, directamente para os braços de Fátima Lopes e da Moda Lisboa. Arriscou assim um resfriado que pode comprometer seriamente o seu crescimento e as suas performances… em Inglaterra, claro. Na piscina de Ronaldo, claro. Mas, se para os lados de Alvalade reina a clareza, já do outro lado da 2ª circular o cenário é negro. E não, isto não é um terrível trocadilho para iniciar o ano, fazendo alusão a Bynia, Freddy Adu e Mantorras! E daí… até pode ser! É que este trio diz muito sobre o caos reinante na Luz: um pensa que foi contratado para suceder a Mike Tyson, o outro acha que o Benfica tem 20 milhões de adeptos, e o último… bem, o último acha que ainda vai voltar a jogar futebol. Se isso acontecer, para o ano em vez de recebermos em Portugal a corrida Terry Fox (o jovem que fez a Maratona com uma perna amputada), teremos o derby Pedro Mantorras, o ponta-de-lança sem joelho. E mais famosa que a “a mão de Deus”, de Maradona, ficará o “menisco do Criador” de Mantorras.

 



06
Jan08

Acontecimentos Insignificantes 2008

condutoras de domingo
O que podemos esperar de 2008?, é a grande questão que a todos se coloca. E o que podemos esperar de 2008 em relação aqueles acontecimentos tão insignificantes que se tornam verdadeiros marcos?, é o que mais apoquenta as Condutoras.
Qual Tintim, qual Alice no País das Maravilhas, qual Gulliver! Vêm aí as extraordinárias, as mirabolantes, as incríveis: aventuras de Elsa Raposo em Luanda!
As novas extensões capilares da Maya também prometem ser alvo de verdadeira insignificância. Irá o nariz de Maya parecer ainda maior com mais cabelo ou irá Maya trocar as suas extensões de espessura extra-fina para fina?
Soraia Chaves também será objecto da nossa atenção visto que em 2008 estreará um filme em que estará feia e protagonizará cenas de sexo e nudez e outro filme onde estará bonita e protagonizará cenas de sexo e nudez. Realmente esta Soraia é deveras multifacetada!
A predadora Diana Chaves continuará em acção, mas depois de já ter rodado tudo o que é futebolista e actor, prevemos um ataque a uma nova espécie em proliferação: apresentadores televisivos. Júlio Isidro e Eládio Clímaco devem ser os primeiros da sua lista…ai coisas fofas!
Quem matou o Óscar da telenovela Fascínios vai tirar o sono a muito bom português. Que o digam as condutoras…já andámos com insónias e o pobre do homem ainda nem morreu…
As exes de alguns jogadores de futebol também prometem peripécias em 2008: a ex de Beto, Filipa castro, vai continuar a exibir-se na “night”; a ex de Jardel, Karen Matsenbacher, vai casar-se e a inesquecível ex de Nuno Gomes, Isméria Jesus, vai continuar desaparecida…
Outra pessoa que será alvo da nossa insignificância por andar em toda em parte e ninguém dar por ela é o Dr. Quinto Aires. É vê-lo na televisão a falar de sexo, é ouvi-lo na rádio a falar de sexo, é lê-lo nas revistas a falar de sexo…O que nos reservará Quintino para 2008? Será que vai cometer uma loucura e falar sobre um tema completamente desconhecido para si que é… SEXO??? Ficámos à espera!
Toy será o protagonista de mais notícias dignas da nossa análise. Irão descobrir mais filhos ilegítimos de Toy na Reboleira ou em Rabo de Peixe? Esperemos é que ele não tenha “feito” mais de duas vezes com cada mulher…senão está mesmo “feito”!
A “coelhinha reprodutora” Rita Egídio está grávida do seu septuagésimo quarto filho do seu quinquagésimo primeiro marido e as condutoras estão em pulguinhas para saber: será que ela vai optar por um carrinho de bebé modelo Trio CT01 Auto-Fix Full Optional ?? Hum que emoção!ou por um Quinny Zapp
A competição entre José Castelo Branco e Lili Caneças para ver quem se consegue manter mais tempo sempre a sorrir também será alvo do nosso olho clínico!
06
Jan08

Horóscopo 2008

condutoras de domingo
É tempo de balanços e os astros têm andado perturbados com as descobertas que fizeram para 2008. As previsões apontam para um ano rocambolesco porque, já se sabe, os astros estão cansados de perder o brilho a avisar que as vidas dos mais marcantes portugueses são uma caixinha de surpresas. Assim como as dos menos marcantes; por exemplo, José Castelo Branco. Prudência é algo que lhe seria útil em 2008 se soubesse o que isso significa. Aconselha-se a que pare por um segundo durante os meses começados por J: em Janeiro, Junho e Julho não proceda a alterações definitivas na sua vida. Nada de botox, bisturis, injecções, silicones. O alinhamento de Marte com Úrano, atravessado pela Lua na Casa dos Sustos, equivale a um aviso: «Vai-lhe cair a cara, começando pelo nariz». Olhe em frente, não desista e cole uma fotografia do Michael Jackson no espelho do nécessaire.Por falar em preservar a imagem, é a longevidade de Manoel de Oliveira que maior alvoroço tem causado no Conselho Superior dos Astros. Apontam-se os meses de Verão como os melhores para fazer um remake d’A história interminável, com Ricardo Trêpa no papel de Falcor. Nunca os astros conseguiram ir tão longe como no caso de Manoel de Oliveira. Há grandes probabilidades de o realizador português sobreviver a todos os habitantes do planeta Terra e levar a bom porto os projectos definidos para os próximos 50 a 150 anos. A data não é precisa, uma vez que, por essa altura, o alinhamento dos planetas será diferente, pois muitos terão desaparecido. Será nesse tempo futuro que Saramago e D. Duarte vão ocupar, lado a lado, parte do Panteão Nacional. Não sem antes, no quarto trimestre de 2008, novas larachas serem lançadas por D. Duarte nos muitos eventos decisivos em que marca presença, como celebrações de atribuição de cartas de foral, aberturas solenes de bolos centenários em tertúlias monárquicas ou workshops de desenho de autocolantes com símbolos da monarquia. Os astros recomendam, por isso, que o herdeiro da coroa portuguesa passe mais tempo com a família, respeitando-a e nunca referindo o passado republicano de D. Isabel de Herédia. Em nenhuma conjuntura astrológica, isso é de bom tom. Finalmente, as evidências de 2008 para o primeiro semestre: tudo indica que o Benfica será campeão, tendo o lateral direito Luís Filipe grandes responsabilidades neste feito; Paulo Bento mudará de penteado, passando a usar cabelo comprido e loiro a partir do dia da partida de Miguel Veloso para Inglaterra; e Jesualdo Ferreira descobrirá que o ladrão fantasma que lhe andou a assaltar a casa tem bigode, sotaque brasileiro e tudo o que desejava eram os rascunhos dos planos de actuação de Quaresma no Futebol Clube do Porto.
06
Jan08

Destravados 2008

condutoras de domingo
Há quem goste de entrar no ano depositando esperanças em talentos de áreas tão distintas como a arte, o desporto ou até a política. Mas nós admitimos: quando andamos pela estrada fora, o que nos enche mesmo de quentinho e alegria é ver um belo destravado, cheio de perícia e engenho. Com todo um novo ano à porta, esfregamos as mãos de contentamento e ficamos bem atentas a quem tem o potencial para ir parar aos separadores ou mesmo para entrar em contra-mão.
Estamos certas que seniores da arte de bem destravar como Britney, Lindsey ou Paris vão continuar a alegrar-nos com os seus estilosos despistanços. Mas não vão ser as únicas. Esta é a nossa lista de apostas:
- Em Portugal, José Cid vai continuar a ser o Nuno Rogeiro da canção portuguesa. Ou seja, vai continuar a ser chamado para tudo o que seja opinar gratuitamente sobre todo e qualquer tema, do sexo à gripe das aves, da subida da Euribor à melhor maneira de confeccionar Bacalhau À Zé do Pipo. E vai sempre brilhar com respostas... bom, com respostas à José Cid. É todo um estilo. Pena não ter aviõezinhos de brincar e Pin&Pons como o Rogeiro quando faz explicações sobre a guerra.
- Scolari vai continuar a irritar-se durante todo o Euro 2008 e a fazer disparates quando lhe chega a mostarda ao bigode. Birras, sapatadas e beicinhos prometem diversão para toda a família. Que esteja a ver pela televisão, claro está. Ao pé do senhor já é bem mais perigoso e menos divertido.
- Carolina Salgado não coloca de parte lançar outro livro com tudo o que ficou de fora do seu primeiro best seller. Uma espécie de Director´s Cut, portanto. Iremos assim saber ainda mais sobre a sua veia de esteticista das pilosidades várias de Pinto da Costa, sobre os hábitos dessa figura mítica que é o cão Dragão e sobre que outras histórias infantis – para além do Capuchinho- davam azo a brincadeiras sexuais. Nós apostamos n’”A Princesa E A Ervilha” e no “Anita no Ballet”. O livro de Carolina poderá dar azo também a uma sequela do filme, pelo que Margarida Vila-Nova terá outra vez de se roçar em Nicolau Breyner. Ninguém disse que ganhar a vida era fácil.
- Bob Sinclair vai fazer mais uma música cheia de assobios. Mas, se houver justiça no mundo, vai de seguida levar com uma gigantesca bigorna na cabeça e ser atacado por abutres sanguinários.
- As Spice Girls, assim que tiverem a conta bancária mais recheada, vão fartar-se de se aturar umas às outras e desatar à pancada.
- As meninas e meninos angélicos da charopada da Disney “High School Musical” vão eventualmente descobrir o sexo, as drogas, o álcool e os distúrbios com a lei. Em 2008 vão acabar por trocar o Danoninho por um copinho de gin tónico.
- José Sócrates vai continuar a rodear-se de ministros muito divertidos. Vai ser muito porreiro, pá.
Nós cá estaremos para ver e pontuar. Até já estamos a pensar fazer plaquinhas com números, como os júris da patinagem artística.

Pág. 6/6

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

escreva-nos para

condutoras@programas.rdp.pt
Todos os domingos na Antena 3, entre as 11:00h e as 13:00h. Um programa de Raquel Bulha e Maria João Cruz, com Inês Fonseca Santos, Carla Lima e Joana Marques.

as condutoras

Condutoras de Domingo é um programa da Antena 3. Um percurso semanal (e satírico) pelos principais assuntos da actualidade e pelo país contemporâneo.

podcast

Ouça os programas aqui

Arquivo

  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2007
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D