Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Condutoras de Domingo

Elas em contramão, sempre a abrir, pelos acontecimentos da semana.

Elas em contramão, sempre a abrir, pelos acontecimentos da semana.

Condutoras de Domingo

04
Mai08

Condução Defensiva - Diagram

condutoras de domingo

Hoje começo esta Condução Defensiva pedindo desculpa aos ouvintes por ter negligenciado aquele que me parece ser um dos mais relevantes galardões literários do mundo. Eu ainda hoje estou para perceber como é que só passado um mês e trinta anos me dei conta dele e, por esta falha, apresento as minhas sinceras desculpas. É que, face a este prémio, é caso para exclamar: qual Pulitzer qual quê! Ou perguntar: para quê o Nobel se existe o Diagram? Mais precisamente, o Bookseller/Diagram Prize for Oddest Title of the Year ou, em português, o prémio Bookseller/Diagram para o Título Mais Estranho do Ano. Quem é responsável há mais de três décadas pelo concurso é a Bookseller. Este ano, a decisão coube ao público, que pôde votar no site da revista britânica. Parecia complicado manter o nível atingido o ano passado, com a atribuição do prémio à obra Pessoas que não sabem que estão mortas: como elas se prendem a terceiros desavisados e o que fazer a esse respeito – título longamente poético, capaz de provocar, logo numa primeira leitura, as mais entusiásticas dissertações exegéticas. Mas para quê revisitar o passado da densa história dos títulos literários se podemos mergulhar com profundidade nas obras a concurso este ano? Vou citar os títulos integrados na selecta lista dos finalistas: Fui Torturado pela Rainha Pigmeia do Amor; Como Escrever um Livro Sobre Como Escrever; As Mulheres São Humanas? E Outros Diálogos Internacionais; A Resolução dos Problemas do Queijo; Se Quer o Final (no sentido de encerramento) da sua Relação, Comece pelas suas Pernas; Pessoas que Importam em Southend e Além: do Rei Canute ao Doutor Feelgood. Como podem imaginar, a escolha foi árdua, exigente e muito complicada. Não é do pé para a mão que se elege o sucessor de Quão verdes eram os nazis?, obra dedicada às políticas ambientais do Terceiro Reich; ou A mulher tatuada da montanha e caixas de colheres do Daguistão; ou ainda Os Carrinhos de Supermercado Perdidos no Leste da América do Norte: um Guia para Identificação de Campo. Mas o público tanto se esforçou que acabou mesmo por escolher... Estão preparados? Vou abrir o envelope. O Diagram deste ano vai para... Se Quer o Final (no sentido de encerramento) da sua Relação, Comece pelas suas Pernas, o manual de auto-ajuda escrito por Big Boom que arrecadou 30% dos votos. O segundo lugar foi para Fui Torturado pela Rainha Pigmeia do Amor e o terceiro para A Resolução dos Problemas do Queijo. Foi um reconhecimento renhido, este do melhor título bizarro do ano; agora que já passou não sei como esperar pela 31ª edição. Talvez lendo estes livros, editados por este mundo fora; ou melhor: revisitando o primeiro volume de poesia de Jorge de Sousa Braga, com um dos mais maravilhosos títulos da história da literatura portuguesa: De manhã vamos todos acordar com uma pérola no cu. Aposto que a Bookseller nunca deu conta disto...

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

escreva-nos para

condutoras@programas.rdp.pt
Todos os domingos na Antena 3, entre as 11:00h e as 13:00h. Um programa de Raquel Bulha e Maria João Cruz, com Inês Fonseca Santos, Carla Lima e Joana Marques.

as condutoras

Condutoras de Domingo é um programa da Antena 3. Um percurso semanal (e satírico) pelos principais assuntos da actualidade e pelo país contemporâneo.

podcast

Ouça os programas aqui

Arquivo

  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2007
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D