as condutoras
Condutoras de Domingo é um programa da Antena 3. Um percurso semanal (e satírico) pelos principais assuntos da actualidade e pelo país contemporâneo.
Todos os domingos na Antena 3, entre as 11:00h e as 13:00h. Um programa de Raquel Bulha e Maria João Cruz, com Inês Fonseca Santos, Carla Lima e Joana Marques.
escreva-nos para
condutoras@programas.rdp.pt
podcast
Ouça os programas aqui
percursos recentes

Condutoras de Domingo

Ricardo Aibéo

No Auto-Rádio a 29 de Jun...

Sinais de Luzes - 29 de J...

Deviam Fazer Anos

Estação de Serviço - Pisc...

Heelarious

Choque Frontal - Vale e A...

Horóscopo - Gordos

Está a Falar de Quê? - Ma...

Tão Mau Que é Bom - Luís ...

De Encontro ao Pára-Brisa...

Touros

O Que é Nacional é Bonzin...

viagens antigas

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Domingo, 4 de Maio de 2008
Tão Mau Que é Bom - Sexagenários

O mundo está cheio de pessoas generosas, mas, nesta matéria do dar sem querer nada em troca, é difícil bater Gonzalo Navarrete. Quem?, perguntam vocês. O Sr. Dr. Navarrete, pois então, o médico e presidente da câmara da cidade chilena de Lo Prado. Ao que parece, este doutor anda preocupado com a qualidade de vida dos anciãos da autarquia que comanda e, vai daí, resolveu acabar com o problema da terceira idade, distribuindo paz e amor por toda a comunidade sénior. Não, não se pôs a deitar MDMA nos copos onde os velhotes guardam as denturas, nada disso. Recorreu a pastilhas, é certo, sem todavia deixar de honrar os bons costumes e as práticas saudáveis. As pastilhas que Navarrete quer usar são outras; são aquelas cuja invenção merecia uma viagem até Fátima para agradecermos à Virgem uma tão grande benção química, como diz outro doutor, o séxologo Júlio Machado Vaz. E o que está aqui em causa, como já devem ter percebido, é o Viagra, pois claro. O que é difícil compreender é a razão pela qual Gonzalo Navarrete, presidente de câmara, não quer saber de sacos azuis; o homem está mais virado para o comprimido azul e vai distribuí-lo gratuitamente. Homens com mais de 60 anos que vivam sob o seu jugo autárquico vão receber quatro comprimidos de 50 miligramas, o que, pelas contas do doutor, dá para quatro relações sexuais por mês. Ou seja, os velhotes vão garantidamente passar a dar uma por semana. Não está mal, não senhor. Acho até bastante razoável: é uma dose controlada, que evita que os sexagenários fiquem como aquele inglês que aqui há uns meses deu forte e feio no Viagra e começou a ver tudo azul. A princípio foi o êxtase; depois, a vertigem azul.

 

 

E agora o britânico só diz que trocava todas as relações sexuais do mundo pela miragem de uma caixa de correio vermelha. Como é óbvio, não é nada disto que Gonzalo quer para o seu povo, até porque não é um autarca do norte de Portugal. O presidente de câmara chileno parece-me mesmo uma pessoa séria, ou seja, uma pessoa rara; no fundo, é um homem com um bom coração que, às suas actividades profissionais, podia ainda acrescentar a de conselheiro sentimental. É que ele aconselha a terceira idade masculina de Lo Prado a desenvolver também o lado amoroso. Se fosse cá, estava tramado, a sua popularidade baixaria drasticamente. Sexo com prazer, ainda vá; agora, sexo com sentimento já é estar com exigências! No entanto, no Chile, parece que a ideia pegou de forma controlada; como diz Navarrete, isto «não é uma distribuição de guloseimas à esquina da rua». Talvez não, mas tenho quase a certeza de que esta política da felicidade vai saber que nem rebuçadinhos a muitos sexagenários.

 



publicado por condutoras de domingo às 12:37
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

pesquisar neste blog
 
links
subscrever feeds
tags

todas as tags

Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
29
30
31


blogs SAPO