Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Condutoras de Domingo

Elas em contramão, sempre a abrir, pelos acontecimentos da semana.

Elas em contramão, sempre a abrir, pelos acontecimentos da semana.

Condutoras de Domingo

13
Abr08

Condução Defensiva - Acordo Ortográfico

condutoras de domingo
Se a língua fica mais forte ou mais fraca, se as alterações às palavras são ou não muitas, se vai haver prejuízos para a economia nacional ou o favorecimento dos interesses empresariais brasileiros, pouco importa. O Acordo Ortográfico anda aí, mas enquanto estas questões se debatem no Parlamento, colocando frente a frente Vasco Graça Moura e Carlos Reis, multiplicando artigos de opinião nos jornais e opondo metade da blogosfera portuguesa à outra metade, esta história do Acordo Ortográfico já se transformou no mais recente divertimento dos portugueses. É a nova montanha russa do país, onde todos vão acabar por andar – mesmo os mais cautelosos, os mais medrosos, ou os que sofrem do coração e de gaguez. Quem tem dúvidas (não quanto à aprovação do acordo, mas quanto ao quão benéfico é ele para a saúde anímica do país) que repare no que tem acontecido nas últimas semanas: o Acordo transformou-se em entretenimento puro e duro. E melhor que novela! Por um lado, há cerca de uma centena e meia de mails sobre o assunto a circular na net. Em formato slideshow, excel, jpeg, pdf, as piadas com textos, animações e fotos que exploram até ao limite as possíveis consequências do acordo obrigam todo e qualquer honesto trabalhador do país a suspender de 3 em 3 minutos as suas funções. Afinal, esse trabalhador está apenas a reflectir sobre uma questão crucial para o desenvolvimento do país, uma questão que não pode ser negligenciada e que obriga ao empenho dos cidadãos. Por outro lado, há uma série de jornais que, de repente, trocaram umas boas páginas de sensacionalismo hard core por outras tantas dedicadas à política da língua. Veja-se, por exemplo, o 24 Horas. Entre o artigo que cita o Cláudio Ramos, anunciando que daqui a 9 livros já pode ser considerado um grande escritor, e um outro que cita as apresentadoras do Fama Show, anunciando que daqui a 9 implantes já podem ser consideradas umas grandes Pamelas Andersons, lá está: «Acordo Ortográfico em discussão». E, depois, há o grande trunfo deste acordo: a capacidade de relançar o culto do trocadilho. Em todas as esquinas, lá está um português a treinar a língua: ele é aborto ortográfico; ele é acordo abortáfico; enfim, ele é o que se quiser porque agora somos livres de manipular a língua e arranjar modo de o justificar. No fundo, o acordo ortográfico já está a ser bom para o país. Diverte e estimula a imaginação na senda da melhor tradição lúdico-lusitana. Por isso, bem hajas, acordo. Poucos são os acontecimentos em Portugal que antes de o serem já o eram. Tu és um desses casos: fomentas o debate num país de brandos costumes e entretens o povo, muito à la «panem et circenses». Aliás, nós, aqui no nosso carro, já comprámos bilhetes para o circo.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

escreva-nos para

condutoras@programas.rdp.pt
Todos os domingos na Antena 3, entre as 11:00h e as 13:00h. Um programa de Raquel Bulha e Maria João Cruz, com Inês Fonseca Santos, Carla Lima e Joana Marques.

as condutoras

Condutoras de Domingo é um programa da Antena 3. Um percurso semanal (e satírico) pelos principais assuntos da actualidade e pelo país contemporâneo.

podcast

Ouça os programas aqui

Arquivo

  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2007
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D