Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Condutoras de Domingo

Elas em contramão, sempre a abrir, pelos acontecimentos da semana.

Elas em contramão, sempre a abrir, pelos acontecimentos da semana.

Condutoras de Domingo

16
Mar08

Sinais de Luzes - 16 de Março

condutoras de domingo
Mínimos
Para Gio Rodrigues. Ou melhor, para a notícia que tivemos dele esta semana, no 24 horas. Já estamos habituadas a vê-lo na imprensa, mas normalmente é junto a canapés, frapés e gente colunável. Desta vez a manchete era outra. Rezava assim: “Perseguido pelo Homem do Fraque! Gio diz que não deve nada, mas até ontem um cobrador particular de dívidas não conseguia encontrar o criador”. Esta busca incessante do criador soa mais a introspecção religiosa do homem do fraque do que outra coisa. Mas não. Ao que parece o estilista tem dívidas e anda alguém à procura dele para as liquidar. Gio diz que “não deve um euro a ninguém”. Pois, é precisamente por não ser um euro que andam atrás de si! Se fosse só isso não compensava a deslocação do homem. Não dava nem para a gasolina. Bem, não deixa de ser engraçado que ande um Senhor de Fraque no encalço de Gio Rodrigues. Cá para nós isto é malta que não foi convidada para a Moda Lisboa e quer umas dicas sobre tendências. É que usar fraque, fora dos casamentos VIP, é um estilo meio ultrapassado. Os cobradores acusam Gio de andar sempre a fugir, mas ele responde que está o dia todo no atelier, e é fácil de encontrar. A nossa teoria é que o estilista se escondeu quando viu o credor a aproximar-se da porta. Para não pagar? Não. Simplesmente para não ferir a vista com indumentária tão demodé.

Médios
Para a malta dos blogs, que anda a inovar e de que maneira. Longe vão os tempos em que um blog era uma espécie de “Querido Diário, hoje fui andar de barco”… Também já lá vai a era em que Pacheco Pereira era rei e senhor da blogosfera. A coisa está muito mais democrática e há lugar para todos os pontos de vista. Há até lugar para o “Esmeralda Sim”. Este blog com nome de slogan pró vida, é nada mais nada menos que “a verdade inconveniente” sobre o Caso Esmeralda. Portanto, se viveu os últimos meses ávido de pormenores sórdidos sobre o Sargento Luís Gomes… visite já esmeralda-sim.blogspot.com. O mais provável é que fique desiludido. Não traz grande coisa de novo, a não ser frases inflamadas como esta: “Pensemos no “superior interesse” da menina de nome Esmeralda, cujo pai disputa o direito a baptizar a sua filha na religião católica…” ou “a Nova Gente construiu mais uma peça contra Baltazar Nunes. Ferida de mentira e de parcialidade, tal reportagem constitui mais um exemplo de desinformação”. Mas a proactividade cívica não se fica só por estes assuntos levianos, que metem crianças e adopções. Há quem pense no que realmente importa. Como Paulo Ferreira, autor do pesadelovolkswagen.blogs.sapo.pt, e pessoa que anda por toda a cidade com o seu Touareg topo de gama em cima dum reboque. Isto não é uma forma gratuita de exibicionismo. Não. Até porque de barato esta experiência não tem nada. Paulo Ferreira debate-se há 4 anos com sucessivas avarias no seu carro e resolveu pintar a lista dos problemas na chapa, para que todos fiquem a saber. A marca não só não quer devolver-lhe o dinheiro como o acusou de difamação e o pôs em tribunal. Nós acreditamos que Paulo Ferreira ganhe este processo, mas conhecendo a justiça portuguesa, o mais provável é que quando isso acontecer, o VW Tuareg seja já um clássico, daqueles que só se encontram no Museu do Automóvel.

Máximos
Para o PSD. Que finalmente fez oposição ao governo e tomou uma medida, que por si só, é capaz de melhorar a situação do país. Depois disto, nada mais será igual. Acreditamos que foi o primeiro passo para assumirmos uma posição de destaque nesta Europa tão competitiva: o PSD mudou de logótipo. Apenas a setinha se mantém laranja, tudo o resto foi inundado por azul. Tem lógica. O único logótipo que realmente ganha coisas em Portugal é precisamente dessa cor. Sabemos que o líder do PSD tinha proposto até substituir a seta por um dragão, mas foi impedido por Rui Rio. Não admira que o autarca do Porto esteja de castigo no partido, por ser muito conflituoso… O mesmo se passa com António Capucho, que foi o primeiro a comentar o novo logótipo, e o apelidou de “disparate”. É, nitidamente, uma pessoa fora de moda. Não nos surpreende que esteja prestes a ser dispensado. Luís Filipe Menezes, pelo contrário, está sempre no primeiro pelotão, atrás das tendências. Isso explica que tenha citado Barack Obama no seu discurso, e que tenha operado esta espécie de “Querido Mudei a Casa” no partido. Provavelmente pediu uns contactos de decoradoras ao amigo Santana, ou então recorreu à base de dados da famosa agência Cunha & Vaz e Associados. É como se tivesse remodelado uma cozinha, com mobília venguê e congelador encastrado, super actuais, mas as canalizações continuassem prestes a rebentar. Ainda assim, isto faz muito mais sentido do que possa parecer. É que não se via um fundo azul desde quando? Desde a campanha de Cavaco Silva para as legislativas. Lembram-se? Com o mar a fazer de cenário? Resultou tão bem, mas tão bem, que Cavaco é hoje presidente da República. Já que Luís Filipe Menezes não reúne os restantes requisitos para ocupar o cargo, parece-nos legítimo que tente uma aproximação via elementos decorativos.
 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

escreva-nos para

condutoras@programas.rdp.pt
Todos os domingos na Antena 3, entre as 11:00h e as 13:00h. Um programa de Raquel Bulha e Maria João Cruz, com Inês Fonseca Santos, Carla Lima e Joana Marques.

as condutoras

Condutoras de Domingo é um programa da Antena 3. Um percurso semanal (e satírico) pelos principais assuntos da actualidade e pelo país contemporâneo.

podcast

Ouça os programas aqui

Arquivo

  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2007
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D