as condutoras
Condutoras de Domingo é um programa da Antena 3. Um percurso semanal (e satírico) pelos principais assuntos da actualidade e pelo país contemporâneo.
Todos os domingos na Antena 3, entre as 11:00h e as 13:00h. Um programa de Raquel Bulha e Maria João Cruz, com Inês Fonseca Santos, Carla Lima e Joana Marques.
escreva-nos para
condutoras@programas.rdp.pt
podcast
Ouça os programas aqui
percursos recentes

Equador

Dóris Graça Dias

viagens antigas

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007


Domingo, 4 de Maio de 2008
Equador

Qualquer estudante conhece uns famosos livrinhos amarelos e pretos que faziam milagres antes dos testes. Estes resumos da Europa América poupavam-nos ter de ler a Aparição ou os Maias e poder ter mais tempo para dançar slows em festas de garagem ou ver o Beverly Hills 90210 e chorar pelo Dylan. Os tempos mudaram e com eles os métodos de calanzice. Veja-se por exemplo o livro Equador. São 528 páginas de prosa passada no início do século passado. É muita folha, muita personagem a dizer coisinhas, num calhamaço capaz de fazer uma distensão muscular. Mas a TVI, sempre em cima das necessidades dos portugueses, tem a solução: não leia o livro, veja a série. E para isso foi buscar Rui Vilhena, o guionista que pôs os portugueses a perguntar “quem matou o António” e agora os vai deixar a matutar “quem assassinou brutalmente o livro do Sousa Tavares?”. Dos actores do Equador, já toda a gente falou. É um rol de estrelas de novela capaz de causar taquicardias em qualquer dona de casa, desesperada ou não. Mas as grandes pérolas da representação vão estar… na figuração. Eduardo Moniz e Miguel Sousa Tavares pediram e vão mesmo entrar na série. O escritor fez inclusivamente questão que fosse uma das cláusulas do seu contrato. E até já estamos a ver as exigências de vedeta para o seu camarim – em vez de flores brancas e tigelas de M&Ms azuis, Sousa Tavares vai querer galhardetes do FCP, cinzeiros e sinais de “proibido proibir fumar”. Mas desengane-se quem acha que esta é a primeira experiência do jornalista no mundo da representação. O 24 Horas – who else? – fez questão de divulgar que o autor, aos 15 anos, fez de Diabo no “Auto da Barca do Inferno”. De certeza que ainda hoje lhe dói pensar que fez de Diabo Vermelho… e não de Super Dragão.



publicado por condutoras de domingo às 12:52
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Domingo, 10 de Fevereiro de 2008
Dóris Graça Dias
Mas, esta semana, outras carreira chegaram ao fim, como por exemplo a de Dóris Graça Dias, como critica literária do semanário Expresso. Em causa está um artigo sobre o livro “Rio das Flores” de Miguel Sousa Tavares. Dóris diz que escreveu a dizer mal da obra e que, por causa disso, o texto nunca foi publicado. O Expresso não esteve para aturar acusações de censura e despediu Dóris. De facto, dá que pensar: quando já toda a gente desancou o livro de Sousa Tavares e disse as maiores barbaridades, quando até já Vasco Pulido Valente se esqueceu da história, o que é que ganharia o Expresso em meter-se em broncas e censurar um artigo literário? Só se a crítica fosse tão má ou pior que o próprio livro criticado... nesse caso, haveria muito a ganhar. Não?


publicado por condutoras de domingo às 11:55
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

pesquisar neste blog
 
links
subscrever feeds
tags

todas as tags

Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
29
30
31


blogs SAPO