as condutoras
Condutoras de Domingo é um programa da Antena 3. Um percurso semanal (e satírico) pelos principais assuntos da actualidade e pelo país contemporâneo.
Todos os domingos na Antena 3, entre as 11:00h e as 13:00h. Um programa de Raquel Bulha e Maria João Cruz, com Inês Fonseca Santos, Carla Lima e Joana Marques.
escreva-nos para
condutoras@programas.rdp.pt
podcast
Ouça os programas aqui
percursos recentes

Betty Clinton ou Hillary ...

Clinton vs. Obama - As Av...

viagens antigas

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007


Domingo, 30 de Março de 2008
Betty Clinton ou Hillary Feia
America Ferrara, mais conhecida como “Betty feia”, apoia a Senadora Hillary Clinton nas primárias que antecedem as presidenciais nos EUA. America Ferrara é actualmente a personalidade latina mais influente do mundo, ultrapassando nomes como Shakira e Ricky Martin. O que as condutoras não conseguem perceber é o que Betty Feia e Hillary Clinton possam ter em comum. Vejamos! Betty Feia só dá beijinhos enquanto que Hillary segue as pisadas do marido mandando bocas sexuais subtis como dizer que “quer que Baracka Obama fique atrás dela”. Hillary Clinton não perde uma oportunidade de usar grandes decotes mostrando os seus atributos enquanto que Betty Feia usa ponchos e camisas abotoadas até ao queixo. Hillary Clinton é advogada e Betty Feia é jornalista. Hillary é descendente de ingleses e Betty de mexicanos.  Mas depois de as condutoras terem dado voltas e mais voltas concluímos o óbvio: o que Betty Feia e Hillary Clinton têm em comum é o fraco gosto para se vestirem!


publicado por condutoras de domingo às 11:22
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Domingo, 10 de Fevereiro de 2008
Clinton vs. Obama - As Avós

As Primárias nos Estados Unidos estão a atingir proporções nunca vistas. E não tem nada a ver com a Super Duper Tuesday, nem com os congressos e os discursos inflamados. Aliás, nem sequer tem a ver com os dois lados da questão. Os Republicanos já estão arrumados a um canto, com o magnata das batatas fritas, John McCain, destacado lá na frente. Agora interessam, mais que nunca, os Democratas. E a luta tem sido taco a taco. Até aqui assistimos a um duelo de raça e género. Pode escolher. Ou um presidente negro ou uma presidente mulher. Há para variadíssimos gostos, mas não para todos. Quem quiser um homem branco ou uma mulher negra, tem a vida um bocado dificultada. Mas pronto, Hillary e Obama já garantem um despique com tudo a que temos direito. E a batalha tem tido um crescendo tal que não sabemos onde irá parar, tendo em conta os meses que ainda faltam. É que depois dos fortes argumentos “eu sou mulher” ou “eu sou preto”, Hillary avançou com o “eu tenho ex-presidente em casa”. Barack não quis ficar atrás, e não conseguindo inventar um passado presidencial para e esposa, tratou de a pôr nas capas de todas as revistas. Hillary pode ter um Bill, mas Barack tem uma Michelle, a quem a imprensa já chama “princesa africana”. Um título que, por mais que tente, Bill Clinton nunca conseguirá ter! Nos últimos dias a disputa subiu de tom: entraram em jogo as avós. Quando a coisa chega a este ponto, vale tudo. Os jornais deram conta da situação de Sarah Obama, avó do candidato, que acompanha as eleições através duma velha televisão, numa aldeia no Quénia. Que Barack não tenha tempo de visitar a avó, compreende-se. Afinal de contas, tem de visitar avós e netos nos 50 estados americanos. Mas ao menos podia comprar-lhe uma televisão melhorzinha. Ou será este é mais um trunfo na corrida eleitoral? Talvez obtenha mais votos quem tiver uma avó mais velha, mais doente, com habitação mais precária e utensílios mais rudimentares. Talvez para os americanos isso seja garante de uma política social mais atenta. Nesse caso, Obama está safo! Se, pelo contrário, os americanos quiserem uma presidência moderna e tecnológica, no campeonato de avós ganha a família Clinton! Porque de certeza que tanto a avó materna como a paterna de Hillary assistem às Primárias num enorme LCD 16 por 9. Se isto continua assim, o mais provável é que em vez de debate televisivo com direito a perguntas aos candidatos, se faça um confronto de avós, para saber qual dos dois se comportava melhor em criança. É que isso diz muito sobre o perfil dos futuros presidentes. Tivessem dado ouvidos à avó de George Bush e neste momento o mundo seria bem diferente!


publicado por condutoras de domingo às 12:05
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

pesquisar neste blog
 
links
subscrever feeds
tags

todas as tags

Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
29
30
31


blogs SAPO