as condutoras
Condutoras de Domingo é um programa da Antena 3. Um percurso semanal (e satírico) pelos principais assuntos da actualidade e pelo país contemporâneo.
Todos os domingos na Antena 3, entre as 11:00h e as 13:00h. Um programa de Raquel Bulha e Maria João Cruz, com Inês Fonseca Santos, Carla Lima e Joana Marques.
escreva-nos para
condutoras@programas.rdp.pt
podcast
Ouça os programas aqui
percursos recentes

Fado no Second Life

Best Dad

Cheeta

Vende-se

O Drama, o Horror

LA MSS

Apagões

Matemática

Indiana Jones

Treinador do Benfica

Alberto João

Saramago

Fumo a Bordo

Gemma Garrett

viagens antigas

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007


Domingo, 22 de Junho de 2008
Fado no Second Life

Já se sabe que para onde quer que vão, os portugueses se instalam à larga. E até no jogo online que recria a vida real – o Second Life – existe agora uma ilha do fado. O que significa que também no plano virtual se acabou o sossego. É que não deve tardar muito até que a ilha fique enxameada de bigodes farfalhudos, travessas de carapaus fritos e dois dedos de tinto. Por si só, a ideia de criar ilhas à frente de um computador, já tem qualquer coisa de delirante. A menos, claro, que estivéssemos no Dubai, onde há ilhas em forma de palmeira e de mapa-mundo. Verdadeiros paraísos artificiais, de fazer ver aos supostos paraísos virtuais do Second Life. Chamada “Cassandra of Azores, Saudade & Fado” a ilha aparece como montra dessa tradição portuguesa. E pensando bem, se o Portugal real continuar na rota da crise até que a ilha começa a parecer um destino bem atractivo. Os símbolos do fado estão lá todos e a visita faz-se pela voz de Marisa. Agora, é só ir ajeitando a casa, como os portugueses fazem com as suas roulottes, nos parques de campismo. E se a ideia é mesmo impressionar... arranjem uns cães de loiça e soltem a voz do Rouxinol Faduncho!



publicado por condutoras de domingo às 19:09
link do post | comentar | ver comentários (1) | adicionar aos favoritos

Best Dad

Apesar da dura batalha legal pela custódia dos filhos, Kevin Federline, mais conhecido por ser o ex-marido de Britney Spears foi nomeado Pai do Ano pela revista “Details”. Segundo a revista, o ex-bailarino, aspirante a rapper e que agora quer ser actor, foi o escolhido porque “leva os filhos ao supermercado e decorou os seus quartos”… As condutoras ficaram chocadas com esta notícia. E não fomos as únicas. O próprio Federline exclamou “estou surpreso” ao receber o prémio. Atenção que não estamos a dizer que Kevin Federline seja um mau pai. Aliás o prémio de pior pai do ano já foi entregue ao brasileiro Alexandre Nardoni, mas este foi recebido com justa causa. Nardoni atirou a filha de um sexto andar… Em relação a Kevin Federline não estamos a ver mais nada de positivo além dos seus bíceps. Parece-nos que só existem três motivos para Kevin ter ganho o prémio de melhor pai do ano. Um é o termo de comparação. A mãe deles é tão má que faz dele um bom pai. O segundo é que não havia muitas mais alternativas. Prova disso é que Kevin dividiu o prémio com o fotógrafo Larry Birkhead, ex- namorado da coelhinha da Playboy Anna Nicole Smith. E o terceiro motivo é a revista que entregou este prémio ser americana. É que com critérios como estes era bem capaz do Bush ganhar o Prémio Nobel da Paz…



publicado por condutoras de domingo às 19:08
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Cheeta

E já que estamos a falar de vedetas incompreendidas… Está a circular uma petição na internet para que Cheeta, a macaca de Tarzan, seja imortalizada como estrela no Passeio da Fama em Hollywood. Ridículo? Nem tanto... Cheeta percebeu que o mundo do showbizz está cada vez mais parecido com uma selva. E onde há animais de palco, dinossauros da música e aves raras pode muito bem haver um chimpanzé. Ao contrário de Nereida ou de Gemma Atkinson, o único erro desta macaca foi ter percebido demasiado tarde que aparecer tantas vezes ao lado de um homem em tronco nu poderia trazer-lhe vantagens. Se um chimpanzé vier a ter a sua estrela no Passeio da Fama abre-se um precedente gravíssimo. Com que base se poderá negar o mesmo pedido a Paris Hilton? Só mesmo com o argumento de que um chimpanzé já deu provas de inteligência. Com cerca de 12 filmes, Cheeta tem um currículo de fazer inveja a muita bicharada. Nós por cá só temos o Inspector Max e a filha da Cornélia. Em contrapartida, se há coisa que não falta em Portugal é gente de tanga.



publicado por condutoras de domingo às 19:08
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Domingo, 25 de Maio de 2008
Vende-se

Há países que sofrem terrivelmente com catástrofes naturais. Outros, como nós, sofrem com catástrofes fiscais. O difícil é saber qual destas calamidades pode causar um maior número de desalojados. Face à dívida de 236 euros de um contribuinte, a Direcção Geral dos Impostos penhorou e colocou à venda dois imóveis, cujo valor patrimonial ascende aos 38 mil euros. Não é a desproporção entre o valor da dívida e o valor do bem penhorado que nos chamou a atenção, mas o facto de o Fisco optar pela solução que qualquer labrego em matéria de economia, saberia descartar, com estas palavras sábias: “Isto está mau pra vender”. Por outro lado, este desgoverno da máquina fiscal pode comprometer seriamente as manifestações de apoio à selecção nacional. É que em vez das bandeiras e cachecóis com as cores nacionais, as varandas das casas portuguesas podem passar a exibir uma só placa com a inscrição «Imobiliária ERA vende».



publicado por condutoras de domingo às 12:13
link do post | comentar | ver comentários (1) | adicionar aos favoritos

O Drama, o Horror

Quem não se lembra do aviso de Artur Albarran antes de cada episódio do programa Imagens Reais? "O drama, o horror, a tragédia..." estão de volta à televisão. Depois de anos afastado dos ecrãs, o jornalista volta à Sic com “O Mundo é Pequeno” para animar os Sábados à noite. Animar não é a melhor palavra visto que será um programa de casos insólitos e reais, como conflitos sociais ou perseguições policiais. O primeiro episódio deste novo programa podia ser baseado na própria vida do Sr. Albarran. Querem melhor do que branqueamento de capitais, burla, bigamia e violência doméstica? Mas as Condutoras acham que Portugal não precisa de mais drama, mais horror e mais tragédia. Já basta o regresso da Manuela Moura Guedes aos telejornais! E se o objectivo era recuperar o Artur Albarran podiam ter pensado num programa do estilo “Acorrentados”. Candidatos não iriam faltar e até seria positivo para o País! É que anda por aí muito boa gente que se estivesse acorrentada não faria tanta asneira…



publicado por condutoras de domingo às 12:03
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

LA MSS

Depois do rude golpe que o fumo de um cigarro desferiu sobre o jogging nacional, é a vez de o ciclismo provar que também não está propriamente “para as curvas”. No âmbito de uma investigação sobre doping, uma volta da PJ às residências e às instalações da equipa profissional de ciclismo LA-MSS descobriu substâncias e material comprometedor. E que reacções se registaram neste caso? O habitual... ou seja, no nosso país, quando um escândalo rebenta na comunicação social, os seus principais intervenientes encarnam três reacções-padrão. Há o tipo que «lamenta profundamente o sucedido»; depois vem aquele que arredonda a boca de espanto para dizer que «desconhece em absoluto quaisquer indícios de práticas ilícitas». E, finalmente, há o tipo que está impedido de actuar porque o caso escapa à sua esfera de acção. Só quem não consegue decorar bem este texto é que diz, no final de uma declaração, que ainda vai deixar de fumar. No caso da equipa de corredores da Póvoa do Varzim, soube-se que, perante a suspeita de práticas dopantes, os patrocinadores denunciaram os contratos. Mas nem isso deve ser preocupante já que a LA-MSS aguarda, com expectativa, pelo “efeito Kate Moss”, que se traduz numa ascensão espectacular na carreira, depois de se ser apanhado a consumir substâncias proibidas.



publicado por condutoras de domingo às 11:50
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Apagões

Esta semana os apagões estiveram na moda! Durante o concerto de Adriana Calcanhoto no Coliseu dos Recreios ocorreu uma falha na rede eléctrica e o local ficou às escuras durante 20 minutos. Na Albânia, uma perseguição de um gato a um rato, digna dos clássicos desenhos animados “Tom e Jerry”, resultou na electrocussão dos dois animais e num apagão que deixou a capital da Albânia sem luz durante três dias. Quase parece que cada País tem os seus animais próprios responsáveis por apagões. Na Albânia são gatos e ratos. Em Portugal são cegonhas, lembram-se? E por falar em Portugal, na semana que passou a Ministra da Educação esteve apagada. O Futebol Clube do Porto apagou do seu historial a vitória da Taça de Portugal. E o Maniche foi apagado da Selecção Nacional. No estrangeiro houve mais um caso notório de apagão. A Amy Winehouse apagou várias vezes ao dia durante todos os dias da semana. Não se sabe o verdadeiro motivo mas quase de certeza que não envolve animais… E por último, o mais importante de todos os apagões da semana: foi despoletado numa viagem entre Lisboa e Caracas, e acabou por ser o último cigarro que Sócrates apagou!
 



publicado por condutoras de domingo às 11:50
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Matemática

«Elementar, meu caro Stor»! Este bem poderia ser o comentário dos muitos alunos do 4º e 6º anos de escolaridade que esta semana realizaram prova de aferição de Matemática. Não estamos, propriamente, a falar de “sherlocks” da disciplina, capazes de relacionar dados que conduzam à resolução dos problemas. Falamos, sim, de uma prova de aferição que a Sociedade Portuguesa de Matemática classificou como sendo de uma «simplicidade infantil». Haverá, decerto, algum excesso de zelo nesta apreciação! É verdade que a prova tinha um número considerável de questões elementares. É verdade, também, que algumas delas nem testavam, propriamente, competências matemáticas. E é sabido que os alunos podiam levar calculadora. Ora, em bom rigor, não há como aferir que a prova era fácil! E custa ver que a Sociedade Portuguesa de Matemática tenha preferido censurar o Ministério da Educação, em vez de sublinhar o seu esforço para convergir com a média europeia, poupando os alunos a essa tarefa tão penosa quanto desnecessária: raciocinar! Controvérsias à parte, daqui para a frente, o verdadeiro desafio das provas de aferição deve ser o de descobrir as questões matemáticas que verdadeiramente apaixonam os alunos de hoje. Por exemplo: «Sabendo que o João já faltou 55 vezes à aula de Matemática, quantas faltas poderá dar para não reprovar?». Resposta, segundo o novo estatuto do aluno: «as que quiser».



publicado por condutoras de domingo às 11:40
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Indiana Jones

Casaco de cabedal, chapéu poeirento e chicote na mão. Quase apostávamos que atendendo a este último pormenor, alguém fixou, por momentos, a imagem de Vítor Hugo Cardinalli. Mas o perfil que pretendemos evocar com esta descrição é, naturalmente, o do mais charmoso arqueólogo do mundo, agora de regresso. A quarta aventura de Indiana Jones - O Reino da Caveira de Cristal - estreou esta semana para alegria dos fãs que esperaram quase vinte anos desde «A última Cruzada», para voltar a ver o seu herói. Naturalmente, há quem pergunte se Indiana Jones, nascido nos anos 80 e convertido em ídolo de uma geração, tem ainda a mesma capacidade de entusiasmar plateias de todas as idades. Os portugueses, pelo menos, encontram motivos de sobra para idolatrar esta personagem. Os funcionários públicos, por exemplo, revêem-se em Harrison Ford, na medida em que este é mais um sexagenário a quem ainda não deram a reforma. Os jovens portugueses interessam-se por este herói porque acreditam que o Doctor Jones, mesmo sendo “cota” e professor, ainda consegue dar luta dentro de uma sala de aula. E ninguém duvida do apego dos militantes do PSD ao universo da arqueologia, já que também o partido gosta de desenterrar velharias.

 



publicado por condutoras de domingo às 11:30
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Domingo, 18 de Maio de 2008
Treinador do Benfica

Depois da experiência Camacho, o Benfica já devia ter aprendido que contratar ex-treinadores não significa propriamente regressar a um passado glorioso. A terminar uma época desastrosa e com uma tabuleta à porta onde se lê «Treinador precisa-se», as mais altas esferas do Clube da Luz apressaram-se a tentar uma contratação sonante para calar a mágoa dos adeptos benfiquistas. E para calar também, já agora, a gramática atroz de Chalana, que se continuará a escapar por entre aquele bigode ramalhudo, a cada penosa conferência de imprensa. Mas a possível contratação de Sven-Goran Eriksson, que se aguardava com tanto fervor, acabou por falhar. O treinador sueco terá pedido mais tempo para pensar, não na proposta do Benfica, evidentemente, mas numa outra «mais atractiva» que entretanto recebeu. O facto de esta revelação ter vindo a público no dia 13 de Maio não é um sinal que possamos ignorar. Até porque as semelhanças entre os peregrinos de Fátima e os jogadores benfiquistas são claras: à partida estão sempre crentes numa boa jornada mas já no santuário arrastam-se de joelhos. Promessas, promessas...



publicado por condutoras de domingo às 11:58
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Alberto João

Hoje em dia, os jornalistas são como os bombeiros: são chamados a tudo. Desta vez foi Alberto João Jardim que os chamou mas, curiosamente, não fez declarações incendiárias. Acabou apenas com o suspense – se é que verdadeiramente o havia - em torno de uma possível candidatura à liderança do PSD. O presidente do PSD-Madeira já antes tinha admitido que não tinha «tropas» no continente para avançar. E numa linguagem militar que continua a dominar o seu discurso, afirmou agora que não vai entrar neste combate político porque «há passos que só se dão pela certa, e muito menos se dão quando o terreno está armadilhado». A declaração, claro está, não é de um louco, mas de um veterano de guerra. Alguém que sabe atirar granadas de mão e proteger-se do estouro. Por isso veio também manifestar o seu apoio a Pedro Santana Lopes, habituado como ninguém a levar morteirada.



publicado por condutoras de domingo às 11:40
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Saramago

Quem estranhamente não teve direito a prémio nos Globos de Ouro foi Saramago. Mas, em compensação, esteve presente noutro Festival. Se em terra de cegos que tem um olho é rei, em Cannes quem tem um filme sobre cegos, é... uma estrela! Assim mesmo! O filme Blindness, uma adaptação para cinema do livro Ensaio sobre a Cegueira de José Saramago, abriu a competição deste ano pelo prestigiado troféu da Palma de Ouro. O filme, do realizador Fernando Meirelles, tem a difícil tarefa de transpor para a tela o universo apocalíptico do livro, em que uma comunidade é atingida, de forma súbita e inexplicável, por uma cegueira. Faz lembrar a história do PSD, é verdade. Mas faz lembrar também o filme Branca de Neve, onde João César Monteiro tinha tentado mais ou menos a mesma coisa. Mas enquanto a cegueira que atinge as personagens do livro de Saramago é branca, a de João César Monteiro era negra, só atingia o espectador, demorava cerca de 75 minutos e mais... servia-lhe de emenda! Ao que parece, o realizador brasileiro, autor de «A Cidade de Deus», fez várias versões diferentes de Blindness, para tentar chegar ao melhor resultado. Agora se o argumento é português e fala sobre cegueira, o filme merecia umas filmagenzinhas em Cuba de uns velhinhos a serem operados às cataratas.



publicado por condutoras de domingo às 11:30
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Fumo a Bordo

 Parece impossível mas desta vez foi Sócrates e não Hugo Chavez quem deu que falar. E para os portugueses ficou claro que ninguém está acima da lei, nem mesmo quando voa a 17 000 pés de altitude. A polémica estoirou quando se soube que o Primeiro-ministro fumou no voo da TAP que transportou a comitiva governamental à Venezuela, para uma visita de Estado. Como não foi anunciada nenhuma grande decisão, digamos... a eleição de um novo Papa ou uma descida dos impostos, não havia mesmo forma de justificar a existência de fumo a bordo. A oposição, que em terra se vê sempre aflita para arranjar argumentos consistentes, agarrou-se logo à notícia e acusou José Sócrates de violar a lei do tabaco e de dar um mau exemplo ao país. A julgar pelo tom de alguns comentários, o fumo do cigarro de Sócrates era parecido como a muralha da China, isto é, podia ser visto a partir do espaço. Mas para dissipar a polémica, Sócrates resolveu deixar o vício e pediu desculpa aos portugueses, admitindo ter fumado juntamente com o Ministro da Economia, esse transgressor inveterado. Mas disse também que não sabia que estava a infringir a lei! É uma mancha feia essa... e daquelas que custam a limpar. Sócrates arranjou assim o melhor incentivo de todos para deixar de fumar: ter 10 milhões de portugueses a vigiá-lo. Um plano destes não tem como falhar, é melhor que aqueles anúncios do Diogo Infante.



publicado por condutoras de domingo às 11:18
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Domingo, 11 de Maio de 2008
Gemma Garrett

Se compararmos Portugal e Inglaterra – mesmo não estando a falar do caso Maddie – só podemos chegar à conclusão de que são realmente dois países muito diferentes. Se ainda pelo discurso do 25 de Abril, Cavaco Silva alertava para o desinteresse dos jovens portugueses em relação à política, eis que do Reino Unido nos chega um exemplo fresquinho de alguém para quem a carreira política assumiu um súbito interesse. Gemma Garrett, loira de 26 anos e Miss Grã-Bretanha 2008, anunciou que vai candidatar-se a deputada, pelo recém-formado partido Beauties for Britain, nome que, em português, dá qualquer coisa como «Beldades pela Grã-Bretanha». Para mais, e ao contrário da generalidade dos candidatos à liderança do PSD, Gemma tem mesmo um programa político. E desenganem-se aqueles que pensam que esse programa se resume ao desejo de paz no mundo, tão característico das misses. O verdadeiro intuito desta rainha de beleza é, nada mais nada menos, que: “tornar a política britânica numa coisa sexy”. Se em Portugal se resolve seguir esta orientação política, Manuela Ferreira Leite, rainha da credibilidade e também das rugas não terá grandes hipóteses.
Gemma Garrett foi também autora de uma das frases mais interessantes da semana. Numa entrevista ao Daily Star desabafou, sem esconder desapontamento: “ouvi dizer que o Cristiano Ronaldo ficou interessado depois de ver algumas fotografias minhas, mas agora ele tem uma nova namorada”. É de facto o género de coisa que esperamos da parte duma deputada. Ana Drago celebrizou-se por isso. Enviava fotografias para o balneário do Sporting e dizia que o Miguel Veloso tinha adorado, e ainda ia largar “aquela Bruna”. A Miss Inglesa pode tirar o cavalinho da chuva, porque por agora Cristiano Ronaldo está demasiado ocupado. Anda a dar novas interpretações aos provérbios. O famoso “dar pérolas a porcos” passa agora a ser “dar diamantes a Nereida”. E também Mercedes de 35 mil euros. Mas, há que dizê-lo, isto corresponde a um quarto do salário semanal do craque. Portanto equivale a uma caixa de bombons, dada por um funcionário público.
 



publicado por condutoras de domingo às 11:31
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

A Tempo e Horas

Embora na altura tenham causado grande polémica, compreendem-se agora melhor as declarações de Alberto João Jardim que, há não muito tempo atrás, classificava os deputados da oposição como um «bando de loucos». Esta semana, o deputado único do PND-Madeira, José Manuel Coelho, apresentou-se no parlamento regional com um relógio de parede de cozinha pendurado ao pescoço. Esta toilette de gosto duvidoso serviu, não para anunciar as tendências da próxima estação, mas para protestar contra os escassos dois minutos de intervenção, concedidos aos pequenos partidos. Ou porque ficaram indignados – ou, dizemos nós, porque aquele relógio lhes lembrou a tão desejada hora do almoço – muitos deputados abandonaram o hemiciclo. Se a moda pega, é de esperar todo um novo código de comunicação parlamentar, baseado na riquíssima linguagem dos utensílios de cozinha. Os deputados poderiam exibir, assim, a partir das suas bancadas, um rolo de cozinha, por exemplo, para protestar contra a burocracia no funcionamento das instituições ou, quem sabe, um abre-latas, para sugerir a dificuldade de abertura a... novas ideias!



publicado por condutoras de domingo às 11:25
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Alexandra Lencastre Vs. Margarida Marinho

O que é que Alexandra Lencastre e Margarida Marinho têm em comum além de terem as duas caras de quem está sempre “pronta para a brincadeira”? As duas andam de candeias às avessas. Margarida Marinho terá pedido um aumento de salário á TVI dado que a telenovela em que é protagonista “A outra” superou as audiências da telenovela “Fascínios” onde Alexandra Lencastre é a protagonista. Mas por mais que Margarida pedinche, a Alexandra é a menina bonita da TVI com direito a carro particular com motorista e 12 mil euros por mês na sua conta. Aparentemente as duas estão de costas voltadas por dinheiro e estatuto, certo? Errado! A verdadeira história dava uma telenovela para a TVI. Andam os argumentistas a darem voltas à carola para arranjarem irmãs gémeas separadas à nascença e irmãos que se apaixonam, quando o mais fácil era vasculharem a vida passada das actrizes e descobrirem histórias como esta. Há 20 anos atrás Margarida Marinho e Alexandra Lencastre contracenaram numa peça de teatro e ambas caíram de amores pelo encenador. Margarida Marinho ganhou esta disputa e casou com o encenador deixando Alexandra Lencastre a “ver navios”. Anos mais tarde, Margarida Marinho e o encenador divorciaram-se e Alexandra Lencastre tentou a sua hipótese, mas foi preterida pela sua melhor amiga, Rita Blanco. Anos mais tarde Rita Blanco e o encenador divorciaram-se e agora ninguém fala sobre o assunto. Fantástica, não é? Esta história fez-nos lembrar o que aconteceu com Angelina Jolie e Jennifer Aniston. Duas belas mulheres a disputarem o mesmo homem. Se bem que o homem em causa é bem diferente. Um é o Brad Pitt e o outro é o João Canijo…



publicado por condutoras de domingo às 11:20
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

pesquisar neste blog
 
links
subscrever feeds
tags

todas as tags

Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
29
30
31


blogs SAPO