as condutoras
Condutoras de Domingo é um programa da Antena 3. Um percurso semanal (e satírico) pelos principais assuntos da actualidade e pelo país contemporâneo.
Todos os domingos na Antena 3, entre as 11:00h e as 13:00h. Um programa de Raquel Bulha e Maria João Cruz, com Inês Fonseca Santos, Carla Lima e Joana Marques.
escreva-nos para
condutoras@programas.rdp.pt
podcast
Ouça os programas aqui
percursos recentes

Condutoras de Domingo

Ricardo Aibéo

No Auto-Rádio a 29 de Jun...

Sinais de Luzes - 29 de J...

Deviam Fazer Anos

Estação de Serviço - Pisc...

Heelarious

Choque Frontal - Vale e A...

Horóscopo - Gordos

Está a Falar de Quê? - Ma...

Tão Mau Que é Bom - Luís ...

De Encontro ao Pára-Brisa...

Touros

O Que é Nacional é Bonzin...

viagens antigas

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Domingo, 2 de Março de 2008
De Encontro ao Pára-Choques - Coca TV
Afinal, têm razão os que andam convencidos de que o mundo inteiro cabe dentro de um pequeno ecrã. É a televisão – e não Deus ou a religião – que tem a capacidade de unir povos e transformá-los numa grande e feliz família capaz de assistir às mais estranhas bizarrias. Refiro-me, como é evidente, à instalação de um novo canal televisivo na Bolívia. A iniciativa é iraniana, mas dirige-se a toda a América Latina. E porquê? Por ser sobre coca ou, pelo menos, a propósito dela. Quem o anunciou foi Evo Morales numa reunião de produtores de coca. Faz sentido: o líder boliviano, reeleito presidente do maior sindicato de produtores de coca do país, anda preocupado com aquilo a que chamou «a grande luta desse movimento campesino». E o que resolve fazer? Oferecer-lhes entretenimento e propaganda através de um canal de televisão com dinheiros iranianos e temáticas locais. Já estou a imaginar a Bolívia e, aliás, toda a América Latina sentada no sofá a assistir, de manhã, a boas doses dos concursos «Querido, consumi a coca» e «Quem quer ser produtor de coca?»; aos quais se pode seguir, durante a tarde, uma matiné de «Bolívia, com coca no coração», «TV Rural Para Produtores Certificados» e o «Programa do Provedor», com explicações recorrentes sobre o que distingue um traficante de droga de um produtor de coca. Depois, claro, seria perfeito um tranquilo serão com a melhor ficção sul-americana. É uma pena nós não termos por aqui perdidos no carro os contactos de Morales ou de Mahmoud Ahmadinejad para lhes ligarmos a propor que desafiem Rui Vilhena e a sua trupe ficcionista a adaptarem a novela Fascínios para a realidade sul-americana. Tenho a certeza de que o Rogério Samora causaria por lá a mesma sensação produzida, há anos e entre nós, pelas actrizes das novelas mexicanas. Mas talvez seja melhor não fazermos isso, meninas. É que os produtores de coca iam ficar todos agarrados à TV e a produção de coca sofreria uma queda certamente histórica. É esta a magia da televisão. E enquanto iranianos e bolivianos planeiam este novo canal só nos resta mesmo ficar à espera, rezando para que a TV Coca da Bolívia faça parte do pacote Funtastic Life.


publicado por condutoras de domingo às 11:33
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

pesquisar neste blog
 
links
subscrever feeds
tags

todas as tags

Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
29
30
31


blogs SAPO