as condutoras
Condutoras de Domingo é um programa da Antena 3. Um percurso semanal (e satírico) pelos principais assuntos da actualidade e pelo país contemporâneo.
Todos os domingos na Antena 3, entre as 11:00h e as 13:00h. Um programa de Raquel Bulha e Maria João Cruz, com Inês Fonseca Santos, Carla Lima e Joana Marques.
escreva-nos para
condutoras@programas.rdp.pt
podcast
Ouça os programas aqui
percursos recentes

Condutoras de Domingo

Ricardo Aibéo

No Auto-Rádio a 29 de Jun...

Sinais de Luzes - 29 de J...

Deviam Fazer Anos

Estação de Serviço - Pisc...

Heelarious

Choque Frontal - Vale e A...

Horóscopo - Gordos

Está a Falar de Quê? - Ma...

Tão Mau Que é Bom - Luís ...

De Encontro ao Pára-Brisa...

Touros

O Que é Nacional é Bonzin...

viagens antigas

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Domingo, 15 de Junho de 2008
De Encontro ao Pára-Brisas - Gatinhol

Se você é daqueles que já anda a acusar sinais visíveis de cansaço do Euro; se você é daqueles que desligou a televisão e partiu em busca de competições alternativas, então, caro ouvinte, aquilo que vou contar-lhe é só para si. Guarde-o muito bem no coração e parta comigo em alta velocidade da Suiça para a Lituânia. Juntos vamos descobrir o verdadeiro espírito competitivo, descobrir o que é sofrer por uma causa, descobrir como pode valer a pena gritar o nome dos mais destemidos heróis da actualidade! Preparado? Vamos, então, até à Lituânia, o país onde se celebrou há pouco tempo o Dia Internacional de Protecção à Criança com um evento que desconfio que em breve se tornará num dos desportos com mais impacto no universo feminino. Sobretudo a parte desse universo que procria. Não vou alimentar mais o mistério e vou desvendar o que esta megacompetição implica: cerca de 25 seres humanos que se babam enquanto se deixam dominar por uma vontade louca de chegar a um sítio que não sabem bem explicar onde é somados a cerca de 50 espectadores que se babam enquanto torcem, orgulhosos, para que os outros 25 seres humanos consigam chegar a esse local que não sabem bem identificar. Só isto bate o futebol aos pontos: por um lado, há menos gente a torcer, o que dá espaço para se ouvir isoladamente cada berro atirado ao ar; por outro, há mais gente a competir, o que eleva sobremaneira o nível de competitividade. E se eu partilhar convosco que os 25 seres humanos em campo são bebés com idades compreendidas entre os 7 e os 12 meses todos poderão compreender como esta é uma experiência renhida e altamente intensa. Até porque nem sequer há treinos – outra grande vantagem se compararmos o gatinhol, chamemos-lhe assim, com o futebol. Por exemplo, a menina de 9 meses que levou para casa o prémio de bebé mais rápido da Lituânia conseguiu a proeza de fazer 5 metros em 11 segundos. Ãh?! 5 metros em 11 segundos! Tentem isto em casa, de gatas e sem joelheiras, e vão ver de que são feitos os pulsos e os joelhos desta criaturinha heróica. E do que é que esta menina precisou? Esteróides? Não. Um estádio inteiro cheio a aplaudi-la? Não. Um ordenado de milhões de euros? Não. Este aglomerado humano de 9 meses da mais virgem sabedoria precisou apenas dos bracinhos da mãe abertos no final da pista. Resta-me desejar que o Scolari, cheio de saudades de casa, esteja neste momento sintonizado na Antena 3 e que me esteja a ouvir revelar o mais misterioso dos segredos desportivos para que possa, hoje mesmo, inspirar-se tecnicamente no gatinhol. Vá lá, Mister, não custa nada: ponha lá a Senhora Dona Dolores Aveiro atrás das redes da baliza da Suiça e vai ver como não vão ser precisos mais de 11 segundos para a bola entrar.



publicado por condutoras de domingo às 11:20
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

pesquisar neste blog
 
links
subscrever feeds
tags

todas as tags

Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
29
30
31


blogs SAPO