as condutoras
Condutoras de Domingo é um programa da Antena 3. Um percurso semanal (e satírico) pelos principais assuntos da actualidade e pelo país contemporâneo.
Todos os domingos na Antena 3, entre as 11:00h e as 13:00h. Um programa de Raquel Bulha e Maria João Cruz, com Inês Fonseca Santos, Carla Lima e Joana Marques.
escreva-nos para
condutoras@programas.rdp.pt
podcast
Ouça os programas aqui
percursos recentes

Condutoras de Domingo

Ricardo Aibéo

No Auto-Rádio a 29 de Jun...

Sinais de Luzes - 29 de J...

Deviam Fazer Anos

Estação de Serviço - Pisc...

Heelarious

Choque Frontal - Vale e A...

Horóscopo - Gordos

Está a Falar de Quê? - Ma...

Tão Mau Que é Bom - Luís ...

De Encontro ao Pára-Brisa...

Touros

O Que é Nacional é Bonzin...

viagens antigas

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Domingo, 15 de Junho de 2008
Tão Mau Que é Bom - Cinema City

Carlos de Mattos. Conhece este nome? Nós também não conhecíamos. Mas este emigrante português na Califórnia está disposto a investir 300 milhões de euros em Portugal e criar 4000 postos de trabalho. Isto soa-me familiar. Um emigrante que ninguém conhece, e que aparece pronto a injectar capital em território português. O último chamava-se Sérgio Silva, e estava disposto a tornar o Boavista no Manchester Utd lusitano, com Zé Kalanga transformado em Cristiano Ronaldo e tudo. O resultado foi a burla mais curta de sempre. Durou um dia. Carlos de Mattos, é pelo menos mais convincente. Porque já passaram vários dias e o Projecto deste senhor continua de pé. Ele quer fazer uma Cidade do Cinema, ou Cinema City, como diz, na Margem Sul. Por este andar o deserto vai tornar-se a nova capital portuguesa. Depois do aeroporto e do TGV chega agora uma espécie de Hollywood nacional. Além de estúdios cinematográficos vai ser construído um pólo universitário. E depois disto já se sabe: restaurantes para a malta comer, hospitais para os duplos serem assistidos, hotéis para os visitantes dormirem, enfim… rapidamente Lisboa será apagada do mapa. Carlos de Mattos diz que Portugal é uma segunda Califórnia, porque os realizadores procuram muito o sol para filmar. Isto criou em mim uma certeza e uma dúvida. A certeza é que a primeira produção desta Cinema City será uma Baywatch à Portuguesa. Uma série chamada “Banheiros” ou coisa que o valha, filmada ali na Fonte da Telha, com Diana Chaves a fazer de Pamela Anderson e Marcantónio del Carlo – obviamente – a fazer de Mitch. A dúvida é: toda a gente sabe que S. Pedro anda louco, basta ouvir o que dizem as velhinhas nas paragens de autocarro: “já não há estações” Será então boa ideia construir uma empresa megalómana que se fia no clima português? Carlos de Mattos tem uma visão especial do mundo. E especial é um eufemismo. O empresário conta que o facto de ser português lhe abriu muitas portas, quando aos 18 anos chegou a Los Angeles. Isto porque descrevia as conquistas históricas e a grandiosidade de tão pequeno país. É ele que conta… Provando uma vez mais que os americanos são facilmente impressionáveis. Aqui para nós, nem era preciso relatar-lhes a diáspora, bastava contar-lhes que detemos o record do maior pão com chouriço do Mundo. Esta informação já garantia reverência que chegue, de certeza. Mas ainda bem que Carlos de Mattos acha boa ideia criar uma cidade do cinema em Portugal. Acho até que se deve criar um Kodak Theatre lá no deserto. Algures entre o Oásis do Barreiro e o da Amora. E entregar prémios anualmente. Em vez de Óscares podem ser os Linos. Em homenagem ao Mário. Ah, e claro, não podem faltar umas letras monumentais a dizer “Cinema City”, ali no cimo do Monte da Caparica.



publicado por condutoras de domingo às 11:10
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

pesquisar neste blog
 
links
subscrever feeds
tags

todas as tags

Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
29
30
31


blogs SAPO