as condutoras
Condutoras de Domingo é um programa da Antena 3. Um percurso semanal (e satírico) pelos principais assuntos da actualidade e pelo país contemporâneo.
Todos os domingos na Antena 3, entre as 11:00h e as 13:00h. Um programa de Raquel Bulha e Maria João Cruz, com Inês Fonseca Santos, Carla Lima e Joana Marques.
escreva-nos para
condutoras@programas.rdp.pt
podcast
Ouça os programas aqui
percursos recentes

Condutoras de Domingo

Ricardo Aibéo

No Auto-Rádio a 29 de Jun...

Sinais de Luzes - 29 de J...

Deviam Fazer Anos

Estação de Serviço - Pisc...

Heelarious

Choque Frontal - Vale e A...

Horóscopo - Gordos

Está a Falar de Quê? - Ma...

Tão Mau Que é Bom - Luís ...

De Encontro ao Pára-Brisa...

Touros

O Que é Nacional é Bonzin...

viagens antigas

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Domingo, 8 de Junho de 2008
Sinais de Luzes - 8 de Junho

Mínimos

Para a 44ª Corrida de Touros da RTP, que terá de ir para o ar entre as dez e meia da noite e as seis da manhã, com “identificativo visual apropriado”. O mesmo é dizer que vai ser uma Tourada com bolinha. O que com certeza vai gerar alguns equívocos. Já estamos a imaginar uma data de gente em frente à televisão, às duas da manhã, à espera que Sónia Matias tire finalmente a jaqueta e se envolva em cenas tórridas com o Grupo de Forcados Amadores do Aposento da Chamusca. Vai ser uma grande desilusão perceber que à bolinha encarnada no canto superior do ecrã corresponde apenas um tipo de nudez: a do touro. É escusado esperar cenas com chicotes, o único fetiche desta gente mete bandarilhas. O único sadomasoquismo presente é o das pessoas que vão para a Praça de Touros de Santarém passar o domingo. Uma coisa é certa, com toda esta expectativa, as audiências vão ser muito mais altas do que se a transmissão fosse em directo, às cinco da tarde. A juíza Maria João Matos proibiu a emissão da tourada à luz do dia, por considerar provado que as crianças que assistam a touradas “sem qualquer restrição” podem vir a aceitar a violência sobre animais como algo natural. Portanto, animais domésticos deste mundo, agradeçam ao Tribunal Cível de Lisboa. Livraram-se assim do perigo de serem toureados por miúdos de seis anos, que têm por hábito brincar ao “Eu Sou o Joaquim Bastinhas”. Deve haver por aí muito cocker e muito gato persa a suspirar de alívio, por saberem que finalmente vão acabar aquelas tardes em que a turma do 5º C ia lá para casa simular pegas de caras.

 

 

Médios

Para o circo. Ainda estamos longe do Natal, e as companhias Cardinalli e Chen estão longe de entrar em acção. Estamos a falar doutro tipo de circo. O circo mediático à volta da selecção nacional. Quando achávamos que nada podia superar o “Diário dos McCann”, em termos de ocupação dos blocos noticiosos, eis que surge o Diário da Selecção. Ainda menos justificável, aqui para nós, já que eles nem uma criança perderam… Deixaram só o Maniche pelo caminho, mas nem se pode considerar uma grande perda. Este acompanhamento exaustivo obedece à mesma preocupação maternal que fazia com que toda a gente quisesse saber da pequena Maddie. Agora parece que toda a gente se sente mãe daqueles 23 miúdos. Inclusivamente os homens. O futebol faz destas coisas! É a única razão plausível para os noticiários, os jornais, as revistas, o borda de água, a teleculinária e os boletins meteorológicos, só falarem da equipa portuguesa. Temos ouvido frases como: “a carrinha da selecção mudou para a faixa da direita”, “Paulo Ferreira está a beber um sumo de laranja”, “Miguel Veloso saiu mais cedo do treino” ou “Nani anda pouco agasalhado”. E este tipo de informações interessa a quem? Aos encarregados de educação, só! Este instinto maternal generalizado, em tempos de Euro, explica a histeria colectiva a que assistimos. Digna de mãe galinha arreliada porque o filho foi de férias e ainda não atendeu o telemóvel. E esta coisa pega-se. Exemplo disso foi a notícia publicada no 24horas: “Pedi um filho ao Fernando”. Quem o diz é Daniela Meira, mulher do jogador, que acrescenta: “O Fernando não tem estado muito animado para isso, mas se ganharmos o campeonato da Europa acho que vai satisfazer o meu desejo”. Cá está uma informação que até as mães nacionais dispensavam saber.

 

 

 

Máximos

Para o Planeta Terra. Esta semana foi o dia mundial do ambiente e esse é um assunto que nos preocupa. O estado do Mundo, mas especialmente de Portugal. Porque o ar que respiramos é o do Rossio ou da Circunvalação, e não o de Nova York. Portanto todas as pessoas que gostam de andar de automóvel, usar sprays, tomar vários banhos por dia, deixar as luzes acesas e não usar os versos das folhas, podem fazer tudo isso. Mas na América, ou na Oceânia. É que se o ar tiver que ser mais puro nalgum canto do mundo, que seja aqui, no Cabo Ruivo, onde nós estamos neste preciso momento. Quem também pensa assim são Os Verdes, responsáveis pela campanha “Stop às Alterações Climáticas a Aguiar da Beira e a Fornos de Algodres”. Uma medida tão específica é mesmo de quem tem família lá. Para comemorar este dia tão importante o Ministério do Ambiente lançou uma campanha para redução do consumo de sacos de plástico nos supermercados. Isto é uma medida fácil, porque o poder de compra das famílias é tão reduzido que as compras do mês se podem trazer na mão. Mas esta coisa de substituir por sacos reciclados vai matar uma arte ancestral, muito popular entre as camadas mais velhas. O coleccionismo de sacos de plástico. É uma pena. Nós sabemos que é importante que o Planeta sobreviva… mas de que vale termos uma Terra habitável se não podemos divertir-nos com a colecção de sacos, mantida desde 1979, que inclui a primeira edição do “Saco Intermarché Promoções de Verão”? No mesmo sentido, a AMI está a promover a 13ª Campanha de Reciclagem de Radiografias. Outro rombo terrível para os coleccionistas do nosso país. Aquelas pessoas que ainda tinham a radiografia ao fémur de 1980, e aquela outra, ao cúbito, das férias grandes de 91. Por isso antes de irmos por aí fora, salvar o planeta, convém pensar que na porta ao lado da nossa pode estar um coleccionador em sofrimento.

 



publicado por condutoras de domingo às 13:01
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

pesquisar neste blog
 
links
subscrever feeds
tags

todas as tags

Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
29
30
31


blogs SAPO