as condutoras
Condutoras de Domingo é um programa da Antena 3. Um percurso semanal (e satírico) pelos principais assuntos da actualidade e pelo país contemporâneo.
Todos os domingos na Antena 3, entre as 11:00h e as 13:00h. Um programa de Raquel Bulha e Maria João Cruz, com Inês Fonseca Santos, Carla Lima e Joana Marques.
escreva-nos para
condutoras@programas.rdp.pt
podcast
Ouça os programas aqui
percursos recentes

Condutoras de Domingo

Ricardo Aibéo

No Auto-Rádio a 29 de Jun...

Sinais de Luzes - 29 de J...

Deviam Fazer Anos

Estação de Serviço - Pisc...

Heelarious

Choque Frontal - Vale e A...

Horóscopo - Gordos

Está a Falar de Quê? - Ma...

Tão Mau Que é Bom - Luís ...

De Encontro ao Pára-Brisa...

Touros

O Que é Nacional é Bonzin...

viagens antigas

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Domingo, 8 de Junho de 2008
Está a Falar de Quê? - Ana Almeida

Há quem diga que os críticos não são mais do que artistas frustrados – alminhas que, depois de não terem sido descobertos em nenhum karaoke de Fitares ou grupo teatral de Rio de Mouro, se dedicaram a dizer mal de quem vive do entretenimento ou da arte. Essa máxima não se aplica, de todo, a Ana Almeida – que é uma verdadeira artista por si só. Injustamente, este é um nome que ainda diz pouco ao comum dos portugueses. Talvez um dia lhe seja feita uma merecida estátua – e os turistas, em vez de encavalitarem as suas sandálias com meias no Fernando Pessoa da Brasileira, passem a acotovelarem-se para levar para casa uma foto com uma Ana Almeida de bronze. Ana Almeida é a autora de uma coluna diária de critica televisiva no jornal 24 Horas. Mas eleva o escrever sobre televisão a todo um outro patamar criativo e até - porque não admiti-lo – lírico. É o Eça de Queirós dos críticos, tal expressiva é a sua capacidade de escriba. Provas? Atentemos na sua crítica à cobertura dos media portugueses à selecção nacional: “Toda aquela programação especial à volta do Euro e da Selecção Nacional e de autocarros e aviões parecia uma daquelas saladas de fruta em que os morangos já viram outros Verões e os kiwis já tiveram tempo para aprender a falar uma língua estrangeira. Uma salganhada”. Desde a letra que Rosa Lobato Faria fez para o “Amor de Água Fresca” que ninguém usava o kiwi de modo tão poético. Dá vontade de musicar esta crónica e de a dar à Dina para fazer dela um qualquer hino de um partido de direita. Um kiwi, fruto viajado, exemplo único na Rua Sésamo quando querem mostrar palavras começadas com “k” – não há fruta mais exótica e cosmopolita. Tirando, talvez, uma ou outra fruta daquelas que meteram o Futebol Clube do Porto em sarilhos. No filme Forest Gump, o protagonista dizia que a vida era como uma caixa de chocolates. Ana Almeida defende que é como uma salada de frutas. Há analogia mais linda do que esta? A próxima vez que num restaurante nos derem uma daquelas saladas feitas só com maçã e laranja, que têm apenas um oitavo de morango em cima para disfarçar, vamos recordar-nos da escriba do 24 Horas. Obrigada, amiga Ana. Esperamos a qualquer momento uma comparação entre o Quem Quer Ganha e o Doce da Casa.
 



publicado por condutoras de domingo às 11:48
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Comentários:
De João a 16 de Novembro de 2009 às 18:14
As críticas de Ana Almeida são das mais tristes que já tive oportunidade de ler... Penso seriamente se lhe pagam para escrever aquilo... ou se é ela que paga ao 24 horas...


Comentar post

pesquisar neste blog
 
links
subscrever feeds
tags

todas as tags

Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
29
30
31


blogs SAPO