as condutoras
Condutoras de Domingo é um programa da Antena 3. Um percurso semanal (e satírico) pelos principais assuntos da actualidade e pelo país contemporâneo.
Todos os domingos na Antena 3, entre as 11:00h e as 13:00h. Um programa de Raquel Bulha e Maria João Cruz, com Inês Fonseca Santos, Carla Lima e Joana Marques.
escreva-nos para
condutoras@programas.rdp.pt
podcast
Ouça os programas aqui
percursos recentes

Condutoras de Domingo

Ricardo Aibéo

No Auto-Rádio a 29 de Jun...

Sinais de Luzes - 29 de J...

Deviam Fazer Anos

Estação de Serviço - Pisc...

Heelarious

Choque Frontal - Vale e A...

Horóscopo - Gordos

Está a Falar de Quê? - Ma...

Tão Mau Que é Bom - Luís ...

De Encontro ao Pára-Brisa...

Touros

O Que é Nacional é Bonzin...

viagens antigas

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Domingo, 8 de Junho de 2008
Condução Defensiva - Guia Euro2008

Enquanto os portugueses perseguem a selecção através da televisão, eu prefiro, qual Lucky Luke, seguir o meu caminho solitário e deixar-me estar agarradinha ao Guia Euro2008 do DN. Bem sei que já se passou uma semana desde que lhe peguei, mas não me consigo cansar. Estou oficialmente viciada em reler aquela soma inquietante de pérolas literário-desportivas. Proponho, aliás, e uma vez que a literatura Maddie se adequa mais ao Inverno, um investimento neste novo género, tão levezinho e bom para consumir na época estival enquanto se sorve uma mini ou um caipirão. E já sei qual o texto que merece honras de publicação inaugural. Chama-se «Simão Sabrosa por... José Rodrigues dos Santos». É arrebatador, é um dos mais tocantes aglomerados de frases publicados neste guia. Em apenas duas colunas, o jornalista/escritor consegue equiparar-se a uma equipa de futebol nacional: ele escreve como elas jogam, combinando de modo inesperado banalidades, pormenores irrelevantes e estratégias desportivas megalómanas. Tudo isto num estilo que deixa o leitor, tal como deixam as equipas nacionais o adepto de futebol, de boca aberta. Rodrigues dos Santos tem essa rara capacidade de cativar o leitor, de o interpelar, antecipando o momento em que estamos prestes a abandonar o barco. Veja-se este passo tão assertivo: «Antes de parar de ler, preste atenção ao seguinte». Como sucede com qualquer treinador da bola, Rodrigues dos Santos tempera o seu idealismo com um certo realismo; ele conhece os hábitos de leitura dos portugueses e a aversão ao tédio. Por isso, abre-nos os olhos para coisas que nunca antes nos tinham atravessado o pensamento. Ora vejam se já se tinham apercebido disto: «Simão é um dos maiores talentos da selecção, mas, por ironia, não tem lugar assegurado no onze inicial. Além de Ronaldo, tem de enfrentar a concorrência de Quaresma e Nani.» Repararam como apenas numa frase conseguiu atribuir três rostos à ironia? Primeiro rasteou-nos: é ironia; depois placou-nos: não é nada, são estes três tipos! Digam lá se isto não é de escritor capaz de se impor como pioneiro na literatura desportiva?! Sobretudo porque Rodrigues dos Santos nunca consegue adormecer o jornalista que palpita ansioso no seu coração, brindando os leitores com constantes revelações. Por exemplo: «Os adeptos chamam a Simão o “pequeno pónei” e o “petit nom” assenta-lhe na perfeição. Tal como os póneis, Simão precisa de um ambiente certo para crescer com confiança». Depois de isto ficar assim para sempre fixado na História da Literatura Portuguesa, vai estalar a polémica. Eu não sei como lidarão com esta metáfora os protagonistas da série animada My Little Poney. Passarão eles a ser chamados de Simõezinhos? Terão eles que mudar o título da série para My Little Simon? Não sei, é uma questão que fica no ar. Tal como aquela com que Rodrigues dos Santos, vestindo o fato de seleccionador nacional, termina o seu texto: «Imaginem a cara de um defesa que, de repente, enfrente Quaresma e Bosingwa de um lado e Nani e Simão do outro, com Cristiano no meio e Deco atrás. Acham absurdo?» Eu acho espectacular! Sobretudo porque lá no meu íntimo pressinto que Rodrigues dos Santos, depois de escrever esta pergunta, levantou o olhar para o ecrã do computador e... piscou o olho.



publicado por condutoras de domingo às 11:26
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

pesquisar neste blog
 
links
subscrever feeds
tags

todas as tags

Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
29
30
31


blogs SAPO