as condutoras
Condutoras de Domingo é um programa da Antena 3. Um percurso semanal (e satírico) pelos principais assuntos da actualidade e pelo país contemporâneo.
Todos os domingos na Antena 3, entre as 11:00h e as 13:00h. Um programa de Raquel Bulha e Maria João Cruz, com Inês Fonseca Santos, Carla Lima e Joana Marques.
escreva-nos para
condutoras@programas.rdp.pt
podcast
Ouça os programas aqui
percursos recentes

Condutoras de Domingo

Ricardo Aibéo

No Auto-Rádio a 29 de Jun...

Sinais de Luzes - 29 de J...

Deviam Fazer Anos

Estação de Serviço - Pisc...

Heelarious

Choque Frontal - Vale e A...

Horóscopo - Gordos

Está a Falar de Quê? - Ma...

Tão Mau Que é Bom - Luís ...

De Encontro ao Pára-Brisa...

Touros

O Que é Nacional é Bonzin...

viagens antigas

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Domingo, 1 de Junho de 2008
Condução Defensiva - Craques

Cada época tem os heróis que merece. Os nossos não combatem em guerras nem cruzam mares desconhecidos; são heróis ultra-pós-modernos que se esfalfam a correr atrás do esférico, investem em carros desportivos e carregam pesadas pochettes Louis Vuitton - sacrifícios feitos em nome do entretenimento nacional. Por agora, contam-se em 23, os 23 craques que o DN homenageia no Guia Euro2008. Até aqui, tudo velho. Um guia faz sempre falta: dá para consultar os jogos e marcar os resultados. Só que no DN quiserem mais; quiseram ser tão originais como a lista de convocados de Scolari e pensaram: «Se isto é para ser sobre bola, vamos dar-lhes outra coisa completamente diferente!» E, pimba, deram-nos com escritores. O que até podia ser bom se o resultado se aproximasse de um livro do Assis Pacheco, Memórias de um craque. Só que os 23 craques são tão novinhos que ainda não têm memórias para partilhar. Mas isso resolve-se! Como? Pedindo a super-craques-da-escrita, os «25 maiores nomes da escrita em português», segundo o DN, que componham textos sobre os jogadores, o seleccionador e o futebol. E lá está o Nobel a homenagear o desporto-rei, confessando que folheia a secção desportiva «apressadamente» e que gosta é de clubes espanhóis, coisa boa de se ouvir em tempo de apoio à selecção... Estão lá Mega Ferreira, Álvaro Magalhães, Gonçalo M. Tavares e Mário Cláudio. Depois chegam os “Paulos Ferreiras” desta lista: Rosa Lobato Faria, Rodrigues dos Santos e Victorino d’Almeida – com Inês Pedrosa à cabeça enaltecendo Felipão num texto em que defende que o facto de Scolari não ser português lhe poupa «aquele impacto vísceral» característico dos lusos. E o murro no sérvio?! Foi diferente! Não meteu vísceras! Apenas a cabeça perdida deste lindo ser humano brasileiro, coisa que Pedrosa até apreciou. Na lista de convocados literários, há ainda mais mulheres, como Lídia Jorge, encarregue de passar a mão pelo pêlo de Miguel. Tornou-o personagem de um romance onde se lava roupa suja, se invocam santinhas e se confessa um amor proibido por se basear em pressupostos falsos: «Miguel, só Miguel, sem apelido nenhum, é o meu favorito. Aqui há dias, falaram-me de um romance rocambolesco passado entre o Miguel e o Benfica. Fiquei do seu lado. O Miguel entra em campo e corre ali naquela zona em que não se dá por ele. Não vem à frente». Lídia não deve ser do Benfica, não se deve lembrar da época 2003/04 e muito menos de um golo do Miguel contra o Estrela da Amadora. Por isso, em vez de usar esses dados para fazer dele mais do que um defesa, transformou-o de herói em vítima, na esteira dos mais comoventes guiões de novelas da TVI. Caramba! Como se já não bastasse terem entregue Simão a Rodrigues dos Santos e Deco a Lobato Faria! Ainda se deram ao trabalho de provar que as mulheres não percebem de bola. Nós estamos indignadas e consideramos que tamanha artimanha só pode ser rectificada com uma manobra muito mais ousada do que este guia. Original, original seria o DN investir num Guia Feira do Livro2008, com 23 craques-da-bola a dissertarem sobre as qualidades literárias de 23 craques-da-escrita. Ficamos, assim, à espera d’«as figuras femininas na escrita de Baptista-Bastos» por Pepe, de «Zink, a pornografia e o humor cáustico» por Bosingwa ou de «Crimes capitais – a literatura policial de Francisco José Viegas» por Bruno Alves.



publicado por condutoras de domingo às 13:47
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

pesquisar neste blog
 
links
subscrever feeds
tags

todas as tags

Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
29
30
31


blogs SAPO