as condutoras
Condutoras de Domingo é um programa da Antena 3. Um percurso semanal (e satírico) pelos principais assuntos da actualidade e pelo país contemporâneo.
Todos os domingos na Antena 3, entre as 11:00h e as 13:00h. Um programa de Raquel Bulha e Maria João Cruz, com Inês Fonseca Santos, Carla Lima e Joana Marques.
escreva-nos para
condutoras@programas.rdp.pt
podcast
Ouça os programas aqui
percursos recentes

Condutoras de Domingo

Ricardo Aibéo

No Auto-Rádio a 29 de Jun...

Sinais de Luzes - 29 de J...

Deviam Fazer Anos

Estação de Serviço - Pisc...

Heelarious

Choque Frontal - Vale e A...

Horóscopo - Gordos

Está a Falar de Quê? - Ma...

Tão Mau Que é Bom - Luís ...

De Encontro ao Pára-Brisa...

Touros

O Que é Nacional é Bonzin...

viagens antigas

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Domingo, 13 de Abril de 2008
De Encontro ao Pára-Brisas - Blogs que Matam
Parece que escrever em blogs pode matar. E não, não estou a falar daqueles casos em fazemos um post ultrajante sobre a namorada do nosso ex, e ela nos aparece à porta, com faca de legumes em riste. Os blogs podem matar na solidão do lar, com mais eficácia que uma caixa de barbitúricos ou um cinto atado ao pescoço. Este tema começou a ser discutido porque faleceram dois americanos, bloggers profissionais, vítimas de ataques de coração. Ora bem… Quer-me parecer que a verdadeira causa de doença é passarem o dia com o rabo numa cadeira, a comer cachorros, a sujar o teclado de ketchup e a ver vídeos com animais que cantam no YouTube. Sim, porque é esta a dura rotina diária de alguém que se diz profissional dos blogs. Aposto que neste momento já há na blogosfera imensos questionários a perguntar “sente que vai morrer a teclar nos próximos dias?”. Michael Arrington já respondeu. Ele é responsável por um dos blogs tecnológicos mais famosos da América e disse “a uma certa altura vou ter um esgotamento nervoso e serei internado num hospital ou algo do género”. Além de jeito para código html este senhor dá cartas na futurologia. Bem podia desligar o computador, arejar um bocadinho e dar umas consultas. Qualquer ramo das ciências ocultas faz melhor ao colesterol que a vida de blogger. Dizem os especialistas que a pressão de escrever as mais recentes novidades a toda a hora aumenta factores de risco, como o stress. Nós sabemos que já há quem sofra desta patologia em Portugal. Nuno Markl, por exemplo, teve dores psicossomáticas quando faltou a electricidade a meio de um post, e um transtorno de ansiedade quando foi almoçar fora e não pôde relatar, em tempo real, o prato escolhido e a indecisão vivida no momento da sobremesa. Cheesecake ou toucinho-do-céu? Foram momentos tremendos, esses, sobretudo por saber que havia toda uma legião de fãs, sedentos, em frente aos seus computadores, esperando qualquer coisa para comentar. É isso que a comunidade científica ainda não descobriu, mas que as Condutoras de Domingo avançam aqui em primeira-mão. Só há uma profissão mais perigosa do que a de blogger. A de comentador de blog. Esta actividade ocupa metade da população nacional e tem graves efeitos secundários. Ao nível da motricidade fina dos dedos e das relações sociais. Sem recurso a smiles amarelos e animações com ursinhos, as pessoas deixam de ser capazes de falar. A única consolação que resta a estes devotos dos blogues, na hora da sua morte, é a de uma lápide original e a esperança da ressurreição (ou de um reset). É que nas campas desta gente muitas vezes lê-se “humilde servidor de Deus temporariamente indisponível”. 


publicado por condutoras de domingo às 11:40
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

pesquisar neste blog
 
links
subscrever feeds
tags

todas as tags

Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
29
30
31


blogs SAPO