as condutoras
Condutoras de Domingo é um programa da Antena 3. Um percurso semanal (e satírico) pelos principais assuntos da actualidade e pelo país contemporâneo.
Todos os domingos na Antena 3, entre as 11:00h e as 13:00h. Um programa de Raquel Bulha e Maria João Cruz, com Inês Fonseca Santos, Carla Lima e Joana Marques.
escreva-nos para
condutoras@programas.rdp.pt
podcast
Ouça os programas aqui
percursos recentes

Condutoras de Domingo

Ricardo Aibéo

No Auto-Rádio a 29 de Jun...

Sinais de Luzes - 29 de J...

Deviam Fazer Anos

Estação de Serviço - Pisc...

Heelarious

Choque Frontal - Vale e A...

Horóscopo - Gordos

Está a Falar de Quê? - Ma...

Tão Mau Que é Bom - Luís ...

De Encontro ao Pára-Brisa...

Touros

O Que é Nacional é Bonzin...

viagens antigas

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Domingo, 13 de Abril de 2008
Choque Frontal - Tocha Olímpica
Estou ansiosa pelas Olimpíadas de Pequim. Por causa deste novo desporto que eles inventaram. Os 1000m atrás da tocha. Já vi modalidades surgirem por muito menos, a sério. A Maratona por exemplo – quando soldados atenienses partiram para a planície de Maratona para combater os persas. Ou a Marcha. Quando um homem com bolhas nos pés tentou, ainda assim, correr a maratona. Ou até o lançamento do martelo, nascido da irritação dum operário, seguida de tentativa de assassinato do mestre-de-obras. Enfim, não me espanta nada que em Pequim haja pódio para os perseguidores da tocha. Porque isto é coisa que exige treinos, concentração e grandes doses de esparguete, na véspera de cada prova. Ainda por cima o passeio da tocha é mais longo que a Volta a Portugal em Bicicleta. Esta é a verdadeira prova de endurance, que encosta o Paris Dakar a um canto. Quanto mais não seja porque, por mais que tentem, ninguém a consegue cancelar. E ainda há muitas etapas pela frente. A tocha vai fazer uma digressão de primavera, e actuar na Tanzânia, Omã, Paquistão, índia, Tailândia, Malásia, Indonésia, Austrália, Coreia do Norte… Vai ser uma animação, porque os fãs não a largam e são mais acérrimos que aqueles adolescentes que dão a vida por um punhado de cabelos dos Tokio Hotel. Mas por trás disto há um grande equívoco. Toda a gente acha que é o Dalai-Lama o responsável, mas não é. É o Laurentino Dias. Sim, o Secretário de Estado da Juventude e do Desporto. Eu já explico. À 1ª vista, parecia que os portugueses até estavam interessados na rápida fuga da chama olímpica. Puseram o Pauleta a acartar com aquilo… Pois, mas se queriam realmente velocidade, tinham usado o Pauleta há 10 anos, antes do desgaste das corridas atrás de queijos. É a mesma lógica do Rui Costa. Se queria ajudar o Benfica, ajudava quando era novo. Mas enfim, isso até passou despercebido e sempre deu menos nas vistas que pôr lá o Miguel Veloso. Rapaz que também costuma correr atrás de comida, mas normalmente com passada lenta e perseguindo bolos com chantilly. O mais certo é que pegasse no facho e desfilasse com ele, ao melhor estilo Fátima Lopes. Os manifestantes iam agradecer, mas ia ser muito escandaloso. Os portugueses gostam mais de manobras de bastidores, e como tal já emprestaram helicópteros apaga fogos para dar cabo da chama numa das próximas paragens. Se não resultar, há sempre as brigadas anti-tabaco, da ASAE, que arrumam o assunto. Agora a grande questão é: porque está Laurentino Dias solidário com a causa tibetana? Não está. Ele está é solidário com a causa da mulher portuguesa. Depois de Rosa Mota e Fernanda Ribeiro, não quer que o mundo conheça Vanessa Fernandes. 


publicado por condutoras de domingo às 11:22
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

pesquisar neste blog
 
links
subscrever feeds
tags

todas as tags

Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
29
30
31


blogs SAPO